linda insta

Do amor ao sexo Edição 132 - janeiro/fevereiro de 2019

SÓ UMA ESPIADINHA NÃO TEM PROBLEMA... SERÁ MESMO?

» Izabel Eilert (izabeleilert@terra.com.br)/psicóloga e terapeuta sexual


Na época de verão, em que os corpos estão mais desnudos, praia, piscina, decotes, enfim, é comum que as pessoas se sintam atraídas a darem uma “olhadinha” a mais naquilo que acham bonito e atraente. Isto tanto para homens quanto para mulheres. Claro que como para o masculino o estímulo visual é muito mais importante em termos eróticos do que para o feminino, a olhadinha, para eles, sempre tende a ser muito maior - mais “espichada”.

É comum ouvir dizer que o que é bonito é para ser admirado. Claro que sim! Mas como fazer isso quando você está numa relação conjugal? Como essa “olhadinha” pode parecer só admiração ao belo e não um interesse explícito de uma nova conquista ou um desaforo para o parceiro que está ao seu lado?

Crises conjugais podem surgir a partir desta situação, desta “olhadinha a mais” para aquele corpão na piscina ou aquele olhar parado quando um fio dental está passando na praia ou quando o saradão passa na frente todo suado...

Mas sabe-se que uma crise conjugal que se estabelece a partir de um momento desses está refletindo uma fragilidade da conjugalidade muito maior, ou seja, já existiam brechas de desconfiança, de insegurança, de uma falta de sintonia conjugal. Este casal provavelmente já estava com problemas de confiança e de segurança e quando um simples olhar ou uma simples admiração ao belo acontece passa a desestabilizá-lo.

Quando o casal está estável, com uma aliança conjugal forte e segura, se torna capaz de lidar com naturalidade frente a uma situação destas e também não faz sem respeitar o parceiro. Ter a segurança na conjugalidade e ter autoestima e confiança em si e no relacionamento é que farão com que aquela “olhadinha” seja realmente apenas uma olhadinha e não uma traição.

Quando a desconfiança fica muito grande, preste atenção, pois algo na relação não deve estar bem. Ou ainda, algo dentro de você não está bem, como a insegurança ou baixa autoestima. Reveja isso para que a relação fique mais segura e saudável, podendo, assim, o belo ser visto apenas como tal.






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601