linda insta

Reportagens EDIÇÃO 49 - JULHO 2011

Olha o passarinho!


Registrar os momentos mais especiais da vida de seu filho nem sempre é fácil. Conheça alguns truques.

Não é difícil encontrar pais com suas câmeras em punho tentando eternizar momentos de brincadeira de seus pequenos. Quem tem filhos ou convive com crianças sabe: dá vontade de tirar dezenas de fotos por dia. Cada nova fase, cada nova descoberta merece ser registrada, afinal, elas crescem logo e o tempo não volta. Entretanto, fotografar crianças não é tão fácil quanto parece. Algumas colaboram, fazem pose, outras são serelepes e não param quietas. Há também aquelas que fogem da máquina a todo custo. Então como conseguir lindas imagens para o álbum?
De acordo com a fotógrafa Lucimélia Pasqualin, 37anos, sendo 15 de profissão, é preciso agir com naturalidade. “Tudo que forçar a criança a fazer, ela vai se irritar” observa. Além disso, é praticamente impossível prender a atenção de uma criança por mais de cinco minutos. “O melhor é sempre ter uma segunda pessoa distraindo e a fazendo sorrir, de preferência a mãe, o pai ou a babá”, completa. Para Lucimélia, o grande problema costuma acontecer depois dos dois anos de idade. “É aí que elas ficam mais impacientes e os pais precisam de jogo de cintura para fazer as tão sonhadas fotos. Já bebês podem ser fotografados sem grandes dificuldades, pois eles não se intimidam com a câmera e costumam ser bastante fotogênicos, fazendo gestos e expressões interessantes”, conclui Lucimélia.



Anah Rossini
Crédito: Vanessa Soares



Eduarda da Fontoura Preussler
Crédito: Joice Bernardi



Thaniê de Oliveira Bauer
Divulgação



6 dicas para uma boa foto

Melhor ângulo
O melhor ângulo para fotografar crianças é ficar na altura delas. Fotografe ajoelhado ou deitado, isso ajudará a manter o corpo de seu filho nas proporções corretas evitando distorções, como por exemplo, que a cabeça fique grande em relação ao corpo.
 
Sorriso? Nem sempre
Se você obrigar a criança a sorrir, o efeito não vai ser natural. Ao invés de ficar falando sorria, conte uma piada, diga ou faça algo engraçado para conseguir um sorriso espontâneo. Depois, tente uma foto séria, uma brava ou uma triste. Capture a personalidade da criança.
 
Nas festinhas de aniversário
Faça as fotos na mesa do bolo, com pais e convidados logo no início. Depois a criança vai brincar e ficará desarrumada, suada e sem disposição.
 
Para criar intimidade antes dos cliques
Caso seja usada a iluminação profissional, ela deve ser mostrada como uma forma de brincadeira para que a criança não tenha medo do objeto desconhecido.
 
O que não fazer quando fotografar crianças
Insistir. Nunca insistir em uma ideia, em uma roupa ou em uma posição. Naturalidade é a palavra-chave ao clicar os pequenos. Deixe a criança brincar à vontade sem perceber que está sendo fotografada.

Escolhendo a roupa
Na hora de fotografar, evite roupas muito estampadas e muitos acessórios. A foto deve ser limpa, sem muita informação, o foco tem que ser a criança e o que vale não é a roupa, nem o acessório e sim a expressão dos pequenos.
 
Fonte: fotógrafa Lucimélia Pasqualin





EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601