linda insta

Reportagens EDIÇÃO 45 - MARÇO 2011

Tempo para ser criança


Preocupados em preparar os filhos para o futuro muitos pais esquecem que eles precisam de tempo para viver a infância

Escola, inglês, balé, natação, aulas de futebol, computação, ufa... Se para um adulto tantas tarefas podem ser difíceis de executar, imagina para uma criança. Entretanto, na ânsia por educar filhos perfeitos e adaptados às necessidades atuais do mercado de trabalho, muitos pais pecam pelo excesso de estímulos. De acordo com psicóloga especialista em psicoterapia cognitivo-comportamental Jonice Silveira, 32 de idade, sete de profissão, para evitar que múltiplas atividades acabem prejudicando o desenvolvimento dos pequenos, é preciso entender que assim como os adultos, cada criança tem o seu ritmo. “Algumas são mais dinâmicas e aceitam melhor um número maior de tarefas enquanto outras necessitam um período de intervalo entre as programações. Portanto, é importante que os adultos estejam atentos ao nível de satisfação com a agenda de afazeres dos pequenos”, explica.
Quando sobrecarregada, a criança poderá apresentar sintomas psicológicos, como estresse, depressão e ansiedade. Qualquer mudança comportamental, como agressividade, desânimo, distúrbios relacionados à alimentação, ao sono e ao desempenho escolar deve ser investigada quanto a sua relação com a sobrecarga de atividades e a consequente falta de tempo para o descanso e atividades prazerosas. Isso não quer dizer que os cursos extracurriculares são ruins, pelo contrário, o problema é somente o número exagerado de matrículas a que muitas são submetidas. “Desde muito pequena a criança tem condições de assumir responsabilidades, desde que adequadas a sua idade. As atividades escolhidas pelos pais possuem um importante papel em seu desenvolvimento e senso de disciplina”, ressalta Jonice.
HORA DE BRINCAR – Segundo Jonice, pais e educadores precisam compreender que as brincadeiras deveriam ser consideradas as atividades mais sé-rias para as crianças, pois é através delas que o filho elabora a maneira como vê e constrói o mundo, o que o preocupa e os problemas que o cerca. “Além, claro, de desenvolver habilidades motoras, visuais e auditivas, raciocínio criativo e inteligência. Estudos comprovam que crianças que não têm grandes oportunidades de brincar sofrem bloqueios e rupturas em seus processos mentais”, comenta Jonice.


Excesso de atividades: estresse, depressão e ansiedade demonstram que a criança está sobrecarregada





Para organizar a agenda dos filhos
1. Converse com seu filho para saber a atividade que ele gostaria de fazer.

2. Identifique o que você considera necessário e o que pode esperar.

3. Combine com ele a agenda e procure chegar a um acordo para que fique feliz. A rotina ficará mais fácil e prazerosa para toda a família. É importante distribuir as atividades extras ao longo da semana e não em apenas um dia ou dois.

4. Garanta espaço para lazer na agenda de seu filho. Ter tempo livre para se relacionar com os amigos ou simplesmente sem nenhuma obrigação é fundamental.
 
Em vez de matricular seu filho em mais um curso...
. Abasteça sua casa com material de artes. Papéis variados, giz de cera, aquarela, lápis de cor, canetas coloridas, revistas velhas, cola, tesoura e massinha. Se você tem medo da sujeira, estabeleça um tempo e espaço para as atividades.

. Limite o tempo de televisão. As crianças brasileiras assistem até cinco horas diárias de TV. Controle o exagero.

. Ler, ler, ler. Além de estimular a criatividade, os livros têm o papel de enriquecer a linguagem. Mesmo que ainda não leiam, as figuras ativam a imaginação.

. Reserve tempo para brincar com seu filho, assim você terá a chance de conhecê-lo melhor, de perceber seus sentimentos e pensamentos, saber sobre suas fantasias que expressam desejos e temores, muitas vezes não ditos, como ele vê o papel dos pais em sua vida e de como ele está entendendo o mundo que o cerca.





EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601