linda insta

Reportagens EDIÇÃO 41 - OUTUBRO 2010

Loucas por sapatos


Por que elas dão tanta importância para o que usam nos pés?

Desde as histórias da Cinderela, em que a princesa perdia o sapatinho de cristal e assim seu príncipe encantado a encontrava, os sapatos sempre exerceram um fascínio enigmático nas mulheres. Mas qual o verdadeiro poder deles? A resposta pode ser mais simples do que parece – é que o sapato é democrático, não põe em discussão o corpo. Calçam as magras, gordas, feias ou bonitas, jovens ou mais velhas, modelos e meras mortais. LINDA conversou com três apaixonadas por sapatos. Alguém se identifica com elas?


Luzandra Santos Nascimento, 31, vendedora
Acervo:
91 pares

Para cada evento, um novo par. Em cada viagem pelo menos três modelos diferentes na mala quando volta para casa. Sua grande paixão são os de salto bem alto, pelo menos 12 centímetros a separam do chão. Mas pensa que ela reclama? Não. “O salto alto tem o poder de transformar uma mulher, enchendo as produções de glamour”, ensina Luzandra, que também gosta de ter uma bolsa específica para cada modelo de calçado.



Rosane Gross de Carvalho, 51, chefe de Recursos Humanos da 24ª CRE
Acervo: 75 pares

Para um dia de desânimo nada melhor do que comprar um belo par de sapatos. Essa é a receita de Rosane para recuperar o alto astral. Suas compras nem sempre são fáceis e muitas exigem dedicação, como uma que fez durante uma viagem a Buenos Aires. “Passei pela vitrina e foi amor à primeira vista, entrei na loja, mas a vendedora disse que eu só poderia levar o sapato no sábado, dia em que a vitrina seria refeita. Acabei ficando mais um dia na cidade só para trazer comigo o par”, conta.




Flávia Assumpção dos Santos, 45, delegada adjunta da 8ª CRS
Acervo: 130 pares

A paixão de Flávia já rendeu muitas extravagâncias, a última, há cerca de um mês, ter comprado de uma só vez sete pares. Entre os 130 sapatos, muitos clássicos e outros tantos das tendências atuais, estão pelo menos 20 ainda aguardando a estreia nos pés de Flávia. Entre as aquisições que chamam mais a atenção estão cinco scarpins de cor rosa. “São todos diferentes, nem que seja num tom”, garante, ela que diz saber que muitas compras são desnecessárias.





A Azaléia encomendou uma pesquisa ao instituto Ipsos Marplan que revela o número médio de calçados de cada brasileira: 11,8, sem levar em conta os chinelos e as sandálias de borracha. Uma pesquisa semelhante foi feita pela Universidade do Estado de Santa Catarina que mostra um closet mais recheado para as mulheres do sul: em média 34 sapatos. As quatro estações bem definidas, com necessidade de botas e calçados mais fechados para o inverno, explica essa diferença.





Imelda Marcos, ex-primeira-dama das Filipinas, é considerada a maior colecionadora de sapatos e a mais famosa apaixonada por esse acessório da história. No seu imenso closet, três mil pares de sapatos, muitos dos quais nunca haviam sido usados.








EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601