linda insta

Reportagens EDIÇÃO 35 - ABRIL 2010

Modelos anônimas


Ensaios fotográficos sensuais viram moda e satisfazem a autoestima da mulher cachoeirense


Como tática para apimentar a relação ou por mera satisfação pessoal, as mulheres estão cada vez mais estrelando álbuns de fotos sensuais. A tendência, que foi parar inclusive no roteiro da novela “Viver a vida” – a atriz Natália do Vale interpreta Ingrid, dona de um estúdio especializado neste tipo de trabalho –, também cria modelos anônimas em Cachoeira do Sul. Jovens e até senhoras deixam pudores de lado, se soltam diante das lentes de fotógrafos profissionais e se surpreendem com o resultado. O ensaio custa de R$ 200,00 a R$ 1.200,00, dependendo do pacote escolhido.

Em geral não é nada muito explícito. Um vestido mais decotado combinado com alguns acessórios já serve de ponto de partida para os ensaios, que podem terminar com o uso de provocantes lingeries ou até sem roupa. Ao gosto da modelo por um dia o equipado ambiente do estúdio fotográfico é substituído por locais ao ar livre, prédios antigos ou até a sala e o quarto dela. Durante as sessões de fotos, que chegam durar duas horas, vale tudo para se soltar: arriscar fetiches ou incorporar por alguns minutos as atrizes e modelos famosas. Até personagens de desenhos servem de inspiração.
“Esta foto fiz inspirada na She-Ra e na Mulher Maravilha”, confessa a dentista Roberta Bonamigo, 29 anos, casada e mãe de dois filhos, apontando para uma imagem na qual aparece em um parque de diversões usando botas pretas até a altura dos joelhos. Vaidosa, ela conta que fez fotos sensuais por satisfação pessoal. “Sempre gostei de fotografia. Quando surgiu a oportunidade não pensei duas vezes”, diz. Ela gostou tanto que convenceu o marido a participar de uma segunda sessão.
Juntos eles encenaram uma despedida antes de o trem partir e até uma abordagem policial. “Criamos histórias para ficar mais natural, mais descontraído”, explica. A dentista conta que embora a sessão de fotos dure, em média, duas horas, a preparação começa um dia antes. “É preciso fazer depilação, pé, mão, cabelo. É ótimo. É um presente que toda mulher deveria se dar. É um dia que ela tira para si, para alimentar sua vaidade, deixando problemas e preocupações de lado”, resume.
VIDA NOVA - Vinte anos mais velha do que Roberta, Sônia Regina Pereira Thomaz também foi clicada em poses sensuais. O objetivo era marcar o aniversário de 50 anos, mas o álbum onde ela aparece à vontade usando espartilho e meias 3/8 virou símbolo de uma nova fase da vida. Divorciada, Sônia havia perdido a mãe depois de cuidá-la por três anos. “Iniciei uma nova fase e as fotos simbolizam isso. É a retomada da vida”, diz a enfermeira aposentada.
Na festa de aniversário, imagens passadas em um telão dividiam a trajetória dela em três momentos: a infância e adolescência, os momentos mais marcantes, como o primeiro casamento, e agora. “É interessante brincar de modelo, colocar em prática algo que a mídia nos faz sonhar”. Sem filhos e vivendo um relacionamento com um “amor antigo” que reencontrou após voltar a morar em Cachoeira, Sônia não teve dúvidas ao presenteá-lo com uma foto sensual em tamanho gigante. O pôster de um metro e meio de largura por um de altura deverá enfeitar a parede do quarto do casal.


 

Roberta: satisfação pessoal


Foto: Vanessa Soares



Liane: resultado surpreendente


 


Fotos: Guaicira Teixeira


 

Cliques na autoestima


Divorciada há nove anos e com um casal de filhos, a professora de inglês e poetisa Liane Korberg, 56 anos, dedicou a tarde de um sábado nublado de março para elevar a autoestima. A velha estação de Ferreira, no interior de Cachoeira do Sul, foi o cenário para o primeiro ensaio sensual da vida dela. “Fotografia é algo que sempre me chamou muito a atenção, mas nunca tinha feito nada assim antes. Foi muito bom. O resultado ficou surpreendente”, avalia, admitindo a possibilidade de uma segunda sessão de fotos na mesma linha. “Quero fazer um pôster para colocar no quarto”.
O medo de Liane era que as imagens ficassem pesadas, vulgares. “Mas não há nada que não possa ser mostrado para quem quer que seja. Pelo contrário, estou me sentindo muito valorizada depois disso”, resume. O que chamou atenção dela é que só o “talento da fotógrafa” foi suficiente. “Fiquei incrivelmente à vontade”, relembra. Os preparativos foram simples, conta Liane, que usou pouca maquiagem, vestido e acessórios.
T., 34 anos, vendedora, já havia comentado com uma amiga que tinha vontade de ser clicada como se fosse uma modelo. Decidiu colocar o plano em prática em novembro do ano passado, quando comemorou dez anos de casada. “Estávamos precisando disso, de um up no relacionamento. E funcionou. Meu casamento melhorou”, garante. Tímida, ela optou por não mostrar as fotos, mesmo as que seria impossível identificá-la. “Embora o ensaio tenha sido sensual e não pornográfico, penso que é algo muito íntimo, que diz respeito apenas ao casal”, entende.
Solteira há meio ano, a universitária P., 24 anos, diz que realizou um sonho ao ser clicada em poses ousadas. “Pensei que fosse mais difícil, que eu não iria me soltar. Mas foi muito bom e o resultado ficou excelente”. As imagens mexeram com a autoestima da moça, que selecionou algumas para publicar em seu perfil no Orkut – obviamente liberadas só para os amigos virtuais. “Quem viu gostou’, comemora. A reação dentro de casa também surpreendeu a jovem, que só contou do ensaio sensual para a mãe depois de pronto. “Ela amou”.

 

 


Sônia: nova fase da vida


Foto: Vanessa Soares


 

Segredo é deixar fotografada à vontade


Criada em Cachoeira e atualmente moradora de Caçapava do Sul, onde trabalha também como técnica em radiologia, a fotógrafa Guaicira Machado Teixeira, 37 anos, começou a fazer fotos sensuais por acaso. Foi há quatro anos, quando programou o disparador automático da câmera para autoretratos mais ousados. Os amigos foram vendo e gostando das fotos e Guaicira decidiu se especializar. Hoje viaja a região fotografando as modelos anônimas e, em abril, irá a Minas Gerais.
O segredo, segundo ela, está em conseguir deixar a fotografada à vontade. “O primeiro e grande passo é esse”, resume. A tarefa consome até meia hora. “Depois vai. A mulher se solta, ganha confiança, e o trabalho anda”. Segundo Guaicira, não há uma faixa etária predominante entre as mulheres que vão atrás dos pacotes de fotos sensuais, que incluem imagens impressas, gravadas em CD e até uma revista personalizada. Em cada ensaio são em torno de 200 cliques. “Já fotografei meninas de 18 anos e senhoras de 70. Toda mulher gosta de elevar a autoestima, de participar de uma produção. Costumo brincar que não vendo fotos, mas sim sensualidade, valorização pessoal”, diz.
Fotógrafa profissional há um ano, Vanessa Soares, 25 anos, também tem clicado mulheres comuns em ensaios sensuais. “Nesse um ano em que estou trabalhando com fotografia já notei um aumento na procura por esse tipo de foto. Às vezes chego a fazer um ensaio por semana. Inclusive pessoas de outras cidades estão ligando”, comenta. As idades e os objetivos das modelos anônimas também variam bastante. “Mas elas acabam sempre se soltando, embora ainda exista um certo preconceito. Sempre se perguntam o que os outros vão ficar pensando”.

 

 

Guaicira: mulher gosta de elevar a autoestima

 

 

Vanessa: procura está aumentando


 

Cinco passos para as fotos sensuais


1 Se achar necessário, leve um parente, uma amiga ou o companheiro para acompanhar a sessão de fotos. Pode lhe deixar mais à vontade.


2 O estilo das fotos é você quem decide. Se preferir, leve sugestões tiradas de revistas e sites. Mas mantenha sempre a naturalidade.


3 Não vá para o ensaio fotográfico com fome ou com sede. Sensações como estas sempre geram ansiedade e prejudicam a concentração.


4 Cuide da pele nos dias que antecedem o ensaio. Sol demais pode deixar a pele vermelha, o que compromete o resultado final das fotos.


5 Leve roupas que combinam com o seu estilo. Sensuais sim, mas dentro da ideia que você quer colocar em prática na sessão. Deixe maquiagem e cabelo por conta de profissionais.


FONTE:
Guaicira Machado Teixeira



 

Contatos


Guaicira Machado Teixeira
http://guaicirafotografia.wordpress.com
 
Vanessa Soares
http://br.olhares.com/vanessasoares







EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601