linda insta

Reportagens EDIÇÃO 27 - JULHO 2009

Banda de VIPs


Profissionais que fazem da música o diferencial para fugir da rotina

 

Enquanto a maioria das bandas é formada por adolescentes que sonham em fazer sucesso e se tornarem famosos através da música, a Bluesnakes é integrada por quatro bem-sucedidos profis-sionais que têm como único objetivo buscar uma válvula de escape para a correria do dia-a-dia. Basta assistir a um ensaio para perceber que ela se formou por amigos, não de infância ou colegas na adolescência, mas por homens que foram se conhecendo pelo mesmo interesse. Integrada pelo veterinário Edson Salomão, o juiz André Dorneles e os médicos João Scheidt e Marcio D´Elia, a Bluesnakes ensaia todos os domingos. Entretanto, assistir uma apresentação pode não ser tão fácil.
Sem fins lucrativos, eles só participam de eventos volunta-riamente. “Não queremos ser concorrentes de ninguém, longe disso, a banda não pode causar nenhum tipo de desgaste para os integrantes, pelo contrário, só pode proporcionar momentos de relaxamento”, conta Márcio. Além do inusitado dos integrantes, o início da banda também aconteceu de forma curiosa, durante uma consulta veterinária. “O Márcio levou seu cachorro até meu consultório e começamos a conversar sobre o gosto incomum pela música, fomos amadurecendo a ideia de formar uma banda e com a chegada do João e do André concretizamos o sonho”, conta Salomão. Juntos há um ano, eles buscam inspiração no blues, rock anos 60 e 80 e Rolling Stones.
SERIEDADE – Se engana quem pensa que por não objetivarem fama, o trabalho deles não é sério. Os ensaios são encarados como um momento de lazer, mas também como a hora de acertarem o tom e o ritmo das músicas eleitas para o repertório. Com os familiares e amigos, seus grandes fãs, na platéia, eles dedicam três horas do domingo a ensaiarem as seis músicas que tocam em suas apresentações. “Somos apenas um grupo unido pela música, amizade e companheirismo. É um hobbie em comum que nos proporciona momentos de distração, mas também queremos ser bons nisso”, salienta Salomão.

 


André Dorneles, 35, solteiro
Guitarra e voz
Profissão: juiz e diretor do Fórum de Cachoeira do Sul
“Gosto de falar sobre música, antes das apresentações sempre faço uma introdução sobre sua história”.

 

Edson Luiz Salomão, 53, casado com Cristina Salomão, 53, e pai do João Vitor, 12
Bateria
Profissão: médico veterinário
“A música não tem idade, aproxima qualquer geração”.


Marcio D´Elia, 35, casado com Ana Paula D’Elia, 37, e pai do Pedro, 2, e a espera da Mariana para agosto
Guitarra
Profissão: cirurgião-plástico
“A música traz momentos bons, descontrai, recicla os pensamentos e melhora a qualidade de vida”.


João Scheidt, 31, solteiro
Guitarra
Profissão: médico proctologista
“A música faz bem para o coração”.







EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601