linda insta

Reportagens Edição 171 - Setembro de 2022

Shape de praia


“A possibilidade de treinar a mente é o que mais me apaixona nesse esporte! Isso nos proporciona o que eu acredito ser o ponto fundamental em nossa jornada como seres humanos: o autoconhecimento”. Júnior Siqueira.

Cachoeirense é premiado no fisiculturismo 

 

 

Você já deve ter visto, em competições na TV, aqueles homens sarados, sem camisa, vestindo bermudas em campeonatos de fisiculturismo, não é? Esses são os atletas que competem na categoria Men’s Physique.  

 

Nesse tipo de competição, a ideia é a proximidade com o físico “alcançável” e a representação de um shape de praia. “Ao olhar todos aqueles atletas utilizando um calção de banho, a imagem de praia já vem à mente das pessoas, trazendo consigo pensamentos ligados a um físico que combina saúde com beleza”, explica Júnior Siqueira, 31, atleta cachoeirense.  

 

Ele conta que passou a enxergar a musculação como oportunidade para ingressar no esporte em 2017, quando completou 10 anos de treinos em academia. Com a ajuda de um profissional, ele intensificou os treinamentos, investiu em um plano alimentar e decidiu estrear no fisiculturismo. Atualmente, ele compete na categoria Men’s Physique, que valoriza a simetria dos músculos, peitos volumosos e costas, com dorsais largos e espessos.  

 

“Pode-se definir que essa categoria preza por um tronco no formato da letra V: cintura fina, peitoral grande e ombros largos de frente. Enquanto, nas costas, é necessário ter a dorsal mais larga o possível, além da cintura fina”, diz.  

 

 

Títulos para colecionar 

A preparação para os campeonatos não é tarefa fácil. Exige disciplina, controle para restrições alimentares severas, treinos altamente desgastantes e muito equilíbrio mental. Júnior conta que, normalmente, o preparo dura de 12 a 16 semanas. Atualmente, seu foco está no Mr. Olympia, competição que acontecerá ano que vem em São Paulo. “Quero buscar o tão sonhado Pro Card, para, então, competir com os melhores profissionais do Brasil e do mundo”. Pro Card, no fisiculturismo, significa o “cartão profissional”.  

 

 

Em cinco anos de competições, Júnior já conquistou 16 títulos, entre campeonatos regionais e nacionais. Desses, três são títulos Overall, ou seja, ele venceu todos os outros competidores da categoria, sendo também destaque do campeonato. Em 2022, três competições já entraram para a conta. A última foi a Copa internacional de Bodybuilder, que aconteceu em Novo Hamburgo, onde Júnior conquistou a primeira colocação. “Me sinto muito realizado no que faço. Ser reconhecido, quando se tem dado o seu melhor, é realmente motivador”, destaca.  

 

 

Por que os atletas pigmentam o corpo com coloração bronzeada? 

Júnior explica que o objetivo dessa pintura é um só: destacar os músculos quando o atleta estiver em cima do palco. Quanto mais escura e bronzeada a pele estiver, mais aparente estará a musculatura. Se a pele estiver manchada, pode prejudicar a performance do atleta, fazendo com que ele perca pontos. 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 189 - Maio de 2024

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9644 - (51) 3722-9600