linda insta

Reportagens EDIÇÃO 14 - JUNHO 2008

Velho amigo


Cachorros idosos exigem atenção para se manterem saudáveis

 

Ainda filhotes, quando estão com energia de sobra, os cachorros são alvos de atenção e carinho. Entretanto, quando envelhecem seus donos muitas vezes esquecem que os cuidados com sua saúde devem ser ainda maiores. A velhice chega mais cedo para os animais do que para os seres humanos. Um cão com três anos tem idade semelhante a uma pessoa de 28. Já com 10 anos, essa idade é proporcional a 65 anos de vida do humano. De acordo com a veterinária Lísia Trommer, 41 anos de idade e 15 de profissão, os cães de grande porte já começam a apresentar sintomas da velhice aos sete anos, já as pequenas raças só a partir dos nove. “Nessa fase da vida, eles necessitam de cuidados especiais. A alimentação muda com rações especiais, as vacinas e exames devem ser feitos com mais freqüência para detectar doenças crônicas e possíveis danos à saúde do animal”, observa. Conheça as principais doenças que podem atingir seu fiel companheiro:

 








Lísia com a Greca: pittbul de sete anos já começa apresentar os primeiros sintomas da velhice


 

Perda de dentes

Os animais mais velhos precisam de atenção especial à saúde bucal. Com a idade eles começam a perder os dentes, desenvolver mau hálito e até gengivites que dificultam a alimentação. Quanto mais cedo você cuidar dos dentes de seu cão, mantendo-os limpos e livres do tártaro, menor será a possibilidade dele vir a ter problemas.


Cegueira

Um problema comum e que exige auxílio dos donos para o cão se adaptar ao seu novo estilo de vida. Consultar o veterinário é importante para avaliar a extensão do problema. Você pode ajudar o seu amigo avaliando as condições do ambiente e ajustando-as para melhor comodidade dele.


Artrite

Vai causar dificuldade para os cães idosos se movimentarem. Por exemplo, ele tenta se levantar e não consegue, principalmente quando em repouso por um longo período. Esses problemas de locomoção causados pelas dores podem ser aliviados com remédios receitados pelo veterinário.


Incontinência urinária

Em alguns casos, o cão pode desenvolver uma incontinência urinária, sendo necessário forrar a cama dele com plástico ou material lavável. Manter um ambiente favorável para o seu cão idoso é muito importante.


Obesidade

A tendência dos animais idosos de engordar é o resultado da mudança no metabolismo, ao mesmo tempo em que o nível de atividade deles diminui. A obesidade não é um sinal de saúde, ao contrário, é bastante perigosa para as articulações, coração e outros órgãos do cão idoso. É preciso observar a alimentação nessa fase.


Problema de pele

Com a idade avançada, os problemas de pele começam a aparecer devido à diminuição da elasticidade e o aumento do tempo para cicatrização de cortes e feridas. A queda de pêlos aumenta por causa do enfraquecimento dos folículos pilosos. O sistema de defesa da pele diminui permitindo o aparecimento de tumores.


Audição

Ele não atenderá com a mesma freqüência de antes aos seus chamados, parecendo não estar lhe escutando, seja porque perdeu parcialmente ou até completamente a audição. É necessário encontrar outras maneiras para se comunicar com ele, como através de sinais com as mãos e toques.



 

Calcule a idade do seu cão em relação a idade do ser humano





CÃO - HOMEM
1 ano - 15 anos
2 anos - 24 anos
6 anos - 45 anos
10 anos - 65 anos
12 anos - 75 anos
13 anos - 80 anos
14 anos - 85 anos
15 anos - 90 anos






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601