linda insta

Reportagens Edição 158 - Julho de 2021

Vai fazer um procedimento cirúrgico?


Segundo Kelly, é imprescindível que esse trabalho seja realizado por profissionais da fisioterapia com especialização e experiência na área

Entenda por que o pós-operatório é tão importante

 

 

Possivelmente você conhece alguém que já fez lipoaspiração e engordou tudo de novo. Engana-se quem pensa que ao receber alta do hospital não tem mais compromisso com o procedimento. Ao sofrer um trauma cirúrgico, nosso corpo tenta imediatamente reparar a lesão e inicia uma sequência de reações até a conclusão da cicatrização. Para que haja mobilidade tecidual ou “flexibilidade”, o tecido precisa estar livre de limitações. Por isso, após a cirurgia devemos ter o acompanhamento de profissionais especializados em realizar a drenagem específica para cada caso.
 

A presença de fibroses ou cicatrizes excessivas faz com que os tecidos se tornem mais rígidos. Tecidos rígidos aprisionam nervos, pele, músculos e até articulações, podendo comprometer a funcionalidade. Esses tecidos têm maiores chances de sofrer microtraumas e entrarem em um ciclo o qual não permite com que a cicatrização seja finalizada. Por isso, é usada uma estratégia terapêutica baseada no processo de reparo visando restaurar a mobilidade da pele, favorecendo o metabolismo mediante a lesão. Para dar mais detalhes sobre as diferenças da drenagem e do pós-operatório, a Linda consultou Kelly Assunção, 30, fisioterapeuta especializada em estética há 8 anos.

 

Drenagem

A drenagem linfática manual é uma técnica de massagem especializada feita com pressões suaves, lentas, contínuas e relaxantes que seguem o trajeto do sistema linfático, aprimorando algumas de suas funções. A técnica foi descrita, inicialmente, como um método que  auxilia, otimiza e facilita o tratamento de edemas, em especial o linfedema. 

 

 

Tratamento pós-operatório

O pós-operatório em cirurgia plástica, diferentemente do que algumas pessoas pensam, vai muito além da drenagem linfática. Muitas vezes é necessário agir associando outras técnicas e terapias manuais, oferecendo um tratamento muito mais completo e especializado.

 

Quando utilizamos técnicas isoladas (somente drenagem linfática), não estamos suprindo toda a necessidade do corpo. O pós-operatório deve ser visto como reabilitação das funções do paciente e não somente como estética.

 

Erros que as pessoas cometem no pós-operatório: 

O tratamento previne e trata possíveis complicações, possibilitando uma recuperação mais rápida e com melhor resultado.


1- Não beber água 

2- Não realizar as consultas de fisioterapia com a frequência correta

3- Não utilizar as malhas cirúrgicas de acordo com as orientações do médico e fisioterapeuta responsável

4- Não utilizar as meias de compressão ou utilizá-las de forma incorreta

5- Pegar sol

6- Consumir alimentos ricos em açúcar, álcool ou outros que contribuam para aumentar o processo inflamatório do corpo.

7- Não respeitar o repouso e as orientações do médico e fisioterapeuta

8- Fazer aparelhos que estimulam o colágeno em excesso (fibroses) no pós-operatório de lipo HD ou lipoescultura 

9- Não fazer a avaliação pré-operatória com o fisioterapeuta responsável

10- Não estabelecer um plano de tratamento individual adequado no pós-operatório em cirurgia plástica






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 161 - Outubro de 2021

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600