linda insta

Reportagens Edição 154 - Março de 2021

PETS DA QUARENTENA


Salomão apoia a causa animal

Eles trouxeram vida para o período de isolamento social

 

Passamos por um ano turbulento e sobrevivemos! Nossa vida mudou muito e nessas mudanças muitas pessoas descobriram que os animais de estimação dão vida e fazem toda a diferença dentro de casa. Quem tem sabe a alegria que é dar e receber amor dos bichinhos.

 

O médico Edson Salomão, 67, veterinário há 45 anos, contou para a Revista Linda que o  número de atendimentos aumentou desde a pandemia. “As pessoas estão passando mais tempo em casa e convivendo mais com seus animais de estimação. A preocupação e os cuidados com eles aumentaram”, conta Salomão. Outra notícia boa é que também aumentou o número de pessoas que adotaram filhotes de cães e gatos neste período.

 

Segundo Salomão, os idosos são os maiores beneficiados, já que os animais fazem bem à saúde. “Convivendo com eles, as pessoas descobrem um novo tipo de amor, e consequentemente o estresse diminui. Para uma pessoa solitária, a companhia de um animal de estimação dá um novo sentido à vida e faz aumentar a imunidade” explica o médico.

 

Animais X Crianças:

‘’Para as crianças é fundamental ter animais no convívio para entenderem as fases da vida, além de ajudar a ter mais responsabilidades’’ diz o veterinário. 

 

 

Adotar um animal de estimação é um ato de amor e deve ser feito em comum acordo com todos da casa. Se você também apoia esta causa colabore com as ONGS, CEMPRA e com as pessoas anônimas que acolhem animais abandonados. ‘’Cada vez mais pessoas percebem que estes seres são capazes de transformar nossa vida”, fala o veterinário.

 

A maravilha de ter pets em casa 

Carla vê em Bob um companheiro

 

Quem disse que gatos não são grandes amigos? Carla Schlabitz, 45, proprietária do antiquário Empório Antiguidades há 6 anos, adotou seu gato, Bob, no mesmo período que se tornou empresária. ‘’Animais são companheiros em qualquer situação e para muitas pessoas, os únicos. Na pandemia foram companheiros fundamentais para todos nós, não saberia ficar sem.’’ 

 

A empresária ainda fala que a maioria das pessoas quando adotam um animal acreditam estar praticando um ato de caridade e amor,  mas ela pensa que é o contrário: você que será acolhido e amado incondicionalmente. Ao adotar, você é o beneficiado.

 

Rosane adora distribuir abraços às suas pets

 

Mesmo já tendo outros pets, Rosane Vargas, 53, professora há 15 anos, acabou adotando também.  ‘’Durante a quarentena ter elas ao meu lado foi de extrema importância, é como ter aquele abraço que não posso dar em quem eu amo, por conta da pandemia e elas retribuem da melhor maneira possível.’’ Rosane conta que as suas filhas caninas, tanto as que vieram recentemente, quanto as que já tinha, foram o que aqueceram e acalmaram o seu coração. ‘’Eu sempre digo para valorizarem este amor tão puro que eles dão para nós’’ diz a professora. 

 

Fernando Schwab com a esposa Ângela e as suas filhas de quatro patas

 

Que cachorros são grandes companheiros nós sabemos e Ângela Schwab, 56, assessora dos Jergs na 24 CRE há 12 anos, contou que Beka, uma labradora de 9 anos e Fifi, uma poodle de 11, ambas adotadas, foram suas melhores amigas. ‘’Estão ajudando a superar todos estes percalços que a vida nos trouxe durante a Pandemia, sempre foi muito importante essa companhia, mas agora parece ser ainda mais.’’ 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 156 - Maio de 2021

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600