linda insta

Reportagens Edição 153 - janeiro de 2021

Te cuida, mulher!


Leisa Gaspary, médica mastologista: “Quanto mais cedo a doença for descoberta, maiores são as chances de cura”

A mamografia pode salvar vidas  

 

 

Com a pandemia, muitas mulheres deixaram de fazer exames básicos de saúde. Segundo dados do Ministério da Saúde, foram realizadas um milhão de mamografias a menos em 2020. Estima-se que mais de 50 mil pessoas deixaram de ser diagnosticadas neste período. 

 

O fato é que as mulheres não devem descuidar da saúde, de modo a prevenir e facilitar o diagnóstico precoce do câncer de mama, o mais frequente nas mulheres após o câncer de pele não-melanoma. A médica LEISA MARIA BEHR GASPARY, 47, especializada em mastologia e em ginecologia e obstetrícia, com 23 anos de formação, esclarece suas dúvidas! 

 

ATENÇÃO REDOBRADA 

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) recomenda o exame de mamografia a partir dos 40 anos de idade anualmente. 

Pacientes com histórico familiar de câncer de mama devem realizar a mamografia com 10 anos de antecedência do parente de primeiro grau acometido pela doença. 

A incidência do câncer de mama está relacionada a fatores genéticos, socioeconômicos, menstruação precoce, menopausa tardia, tabagismo, entre outros. 

 

MAMOGRAFIA ou ULTRASSONOGRAFIA?  

A mamografia é o exame padrão-ouro na detecção precoce do câncer de mama, aumentando as chances de cura e cirurgias conservadoras – quanto menor o tamanho do tumor, maior o índice de cura. 

A ultrassonografia também é importante para a mastologia. Pacientes jovens devem realizar o exame e outras pacientes precisam complementar a mamografia com a ultrassonografia mamária – no caso de mama com predomínio do tecido fibroglandular (mama densa). 


CUIDADOS BÁSICOS 
Conforme Leisa, mesmo com todas as campanhas de prevenção, muitas mulheres chegam no consultório com câncer avançado. Confira algumas atitudes básicas para prevenir a doença: 
* Procurar ajuda médica precocemente
* Realizar todos os exames
* Fazer autoexame da mama (toque) e estar atenta a possíveis alterações
* Manter uma rotina de vida saudável 
 
 
"O câncer de mama é a patologia com maior incidência no Centro de Oncologia do HCB, abrangendo toda a cidade e região da 8ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS). Felizmente, Cachoeira é tida como referência na área, com profissionais de ótima qualidade. ”. LEISA GASPARY 

 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 161 - Outubro de 2021

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600