linda insta

Reportagens Edição 146 - junho de 2020

Parto 100 registrado


Vanessa Soares: “Fotografo nascimentos há 10 anos, cada um é único e incrível”

Fotografias eternizam momentos únicos


 

O nascimento é algo mágico, uma combustão de amor e alegria dos pais e da família na chegada do bebê, em meio às lágrimas, expectativa e tensão... São tantas emoções, gestos simbólicos e etapas importantes que fazem parte desse momento, o qual merece ser registrado da melhor forma, com toda a sensibilidade e expertise de um profissional. Quando se trata de fotos de recém-nascido, temos muitas opções: de gestante, parto, ‘newborn’ e família. Convidamos uma especialista no assunto, a fotógrafa Vanessa Soares, 35, com 12 anos de atuação, para esclarecer cinco mitos e verdades da fotografia de parto. 
 
 
Jéssica Maiure e Toni Vivian, nascimento do Miguel 
 
 
Nascimento de Helena. Pais Nathália Lange e Anderson Prade

 
A HORA DO PARTO 
E se for de madrugada? Não muda nada! Se for parto natural peço para me chamarem com mais de cinco dedos de dilatação. Se é cesárea, sigo para o hospital.
 
VAI FOTOGRAFAR TUDO?   
Sim, vai ser registrado tudo, porém com meu filtro pessoal (o que eu, como mãe, também gostaria de ver). Fotografar nascimentos não é só registrar o que está acontecendo, é escolher enquadramentos e fragmentos de uma história linda. 

 

Chegada ao mundo de Beatriz, filha de Danusa Corrêa e Fernando Holderbaum

 
DEVO ME PREOCUPAR? 

A primeira preocupação é não ter uma preocupação. É preciso deixar avisado que tem intenção dos registros e alguém responsável por isso, pois precisamos estar autorizados pelo hospital. Resolver esses detalhes previamente é fundamental, para depois, no dia, só viver os momentos mais intensos e importantes da sua vida!
 
...E SE ATRAPALHAR? 

O fotógrafo precisa segurar a emoção, pois às vezes se está tão envolvido que esquece até de registrar. É preciso ser os ‘olhos dos pais’ e entender que tudo que está acontecendo ali não precisa de você atrapalhando, ser o mais invisível possível. Até porque às vezes são cesáreas e isto compromete estar em um ambiente que não é para um fotógrafo. É preciso entender seu lugar como fotógrafo, compreender enquadramentos e escolher os mais sensíveis possíveis.
 

Gael conhecendo a irmã Manuela. Mãe Fabiola Felix
 
 
Nascimento Helena e Henrique. Pais Tanara Moller e Diego Casarotto

 
MAQUIAGEM, PODE OU NÃO PODE? 
 
Dar à luz é um ato fisiológico, não existe ‘poder’ e ‘não poder’. Você pode estar maquiada para uma festa e ter que dar à luz, como também pode planejar se maquiar e entrar em trabalho de parto sem um rímel nos olhos e nem lembrar-se disso. 





BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600