linda insta

Reportagens Edição 145 - abril de 2020

O VÍRUS ESTÁ AQUI


Lucas Proença Dahlke, médico infectologista: “Podemos combater essa avalanche, só depende de nós”

Bate-papo com o infectologista Lucas Proença

 

 

O inimigo da humanidade já é realidade e atende pelo nome de coronavírus (covid-19), deixando centenas de milhares de mortos e infectados. A revista Linda entrevistou o médico infectologista Lucas Proença Dahlke, 34, diretor técnico do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) há três anos, que responde as principais dúvidas sobre doenças virais.
 
 
1 Quais as doenças virais mais comuns hoje? 

Resfriado comum, gripe, coronavírus, caxumba, varicela e herpes simples. Apresentam alto risco para a saúde humana a gripe e o coronavírus. A maioria das infecções são assintomáticas (de forma geral), mas com sintomas, devemos procurar atendimento médico. Na maioria dos casos o tratamento é sintomático, mas existe tratamentos específicos para determinados vírus e cenários.
 
2 Quais principais medidas de prevenção devem ser adotadas? 

Higienização das mãos com frequência, fazendo uso de água e sabão ou álcool 70%; etiqueta respiratória: ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo; distanciamento social (afastamento de indivíduos quando doentes). 
 
3 Como surgiu o coronavírus? 

Os primeiros casos do novo coronavírus (Sars-Cov-2), responsável pela doença covid-19, foram reportados em dezembro último, em Wuhan, na China. Com aparência microscópica de uma coroa, de rápida proliferação e potencialmente letal, o coronavírus – família de vírus que causa infecções respiratórias – surgiu possivelmente do contato humano com morcego. O Brasil registrou o primeiro caso em fevereiro e os números devem aumentar exponencialmente até junho, com queda apenas em setembro, conforme estimativa do Ministério da Saúde. 
 
4 Quais os principais sintomas? 

Febre, tosse e dificuldade de respirar. Alguns pacientes podem apresentar dores pelo corpo, congestão nasal, coriza, dor de garganta ou diarreia. Esses sintomas, geralmente, são leves e evoluem gradualmente.
 
5 Como ocorre a transmissão do coronavírus? Pode ser transmitido pelo sexo?   

O coronavírus é transmitido por secreção respiratória (gotículas provenientes de uma pessoa ao tossir, espirrar ou falar); contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. Não há casos descritos de transmissão por contato íntimo, mas pode ser transmitido por saliva, devendo ser evitado. Ainda não temos vacina e tratamento específico para o coronavírus.
 
6 O que acontece se a população não ficar em casa? 

Sabemos que o coronavírus mata muito mais do que as guerras bélicas que tivemos. A mortalidade e o impacto financeiro da nossa cidade vão depender do comportamento da população. Se não seguirmos as orientações e desrespeitarmos o distanciamento social, a repercussão será muito maior! Peço, encarecidamente, que fiquem nas suas casas e que saiam somente para a vacinação da gripe. 


CURIOSIDADE
 
Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus. 
Fonte: Ministério da Saúde





BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600