linda insta

Reportagens Edição 144 - março de 2020

Homens no salão


Eles conquistam o público feminino

 

 

Rodrigo Kury: “Além de maquiar, nos tornamos conselheiros, consultores e amigos das clientes”

 

 

Não é de hoje que se tem percebido o aumento de clientes homens nos salões de beleza, mas eles também ocupam a posição das tesouras e dos pincéis em um ambiente ainda predominantemente feminino. Com profissionalismo e carisma, cabeleireiros e maquiadores conseguem cativar e fidelizar clientes mulheres, ao mesmo tempo em que mostram que esse também é um espaço deles. A Linda foi atrás de três profissionais para entender a sua relação nesse ramo, o que eles têm a dizer do público feminino e quais são suas maiores exigências. 

 

 

RODRIGO KURY 

Maquiador há 20 anos, Rodrigo Siqueira Kury, 41, é figura conhecida nos salões de beleza de Cachoeira do Sul. Atuando no espaço Espelho Mágico, Kury é profissional especializado em cursos de automaquiagem e professor docente do curso de make da escola Seac. Sobre o perfil do público que atende, ele percebe que as mulheres são exigentes e antenadas com tudo o que acontece no cenário mundial de maquiagem. “Elas procuram o que tem de melhor e novos lançamentos em produtos. Isso exige que o profissional esteja sempre atualizado”, diz.

 

Nesse período, Kury conta que o trabalho lhe possibilitou formar laços de amizade com as clientes, considerando algumas delas até mesmo como parte da família. “Além de prestadores de um serviço, acabamos transformando a cadeira em divã, onde trabalhamos desde a autoestima a conselhos sobre a vida pessoal, familiar e profissional. Considero uma das melhores partes da minha profissão!”, comenta ele, que percebe algumas diferenças entre os profissionais homens e mulheres: “A figura masculina representa para elas uma opinião de peso na escolha do visual, pois não veem uma ‘competição’. Passa uma certa segurança. No ponto de vista de trabalho creio que não há diferença, mas na questão de afinidade sinto que sim”.

 

 

“Nós, profissionais masculinos de Cachoeira, estamos em um time ótimo!”, diz Felipe Fagunddes

 

FELIPE FAGUNDES

 

Atuando há uma década como maquiador, Felipe Fagundes, 29, está locado no FB Fashion Hair e na Cosmo Centro de Beleza, onde assume a gerência. “Tenho muitas clientes que me acompanham desde o meu início – clientes que arrumei para o ‘debut’ e hoje arrumo para suas formaturas –, quanto mais novas, as quais tenho carinho e admiração”, conta ele, que entende que há uma mudança no perfil e preferência desse público: “O público feminino está em uma fase ótima, de aceitação e empoderamento. Padrões estão sendo quebrados e a aceitação de si mesma está super em alta. As exigências variam conforme o tempo. Com a internet e tutoriais elas sabem qual o melhor produto e o resultado que ele dará”.

 

Conforme Felipe, hoje o maior pedido da mulherada é uma make natural com ar “fresh”, e o truque é resultado de uma combinação infalível: solução, boas risadas e atendimento rápido. “Nunca acreditei nisso, a diferença entre pessoas e tratamentos. Precisamos ser leves, entender o que a nossa cliente solicita e dar o nosso melhor, sendo homem ou mulher. Por outro lado, acho que o profissional masculino é muito franco e tem uma visão diferente. Eu, no caso, sou muito verdadeiro e direto – sendo visagista preciso ter esta postura –, mostrando o que fica melhor para a cliente e obtendo o melhor resultado no meu trabalho”, completa.

 

 

Para Álvio Borba, o profissional deve estar em constante atualização para acompanhar as exigências das clientes  

 

ÁLVIO BORBA

 

Cabeleireiro com 17 anos de profissão, Álvio Borba, 46, está no Espelho Mágico, onde possui uma clientela majoritariamente feminina. “Posso dizer que 90% do público que atendo são mulheres, e é um público bastante exigente e antenado às mudanças e tendências na área de beleza em geral. Acho isso muito bom, porque faz com que eu esteja sempre em busca de atualizações e referências de estilo e comportamento”, fala.

 

Segundo ele, o cliente em geral busca uma referência profissional e um trabalho com qualidade e atendimento sério e respeitoso, mas entende que elas são mais seletivas: “A cliente geralmente busca uma referência, bons produtos, qualidade e atendimento personalizado. Acredito que a busca pelo profissional seja por estilo de trabalho e muitas vezes a indicação de uma pessoa próxima”.






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - (51) 3722-9600