linda insta

Reportagens EDIÇÃO 10 - FEVEREIRO 2008

É hora de ir para a escola


Pais têm papel fundamental na fase de adaptação das crianças à pré-escola

 

A adaptação à nova rotina imposta pelo ingresso na pré-escola não é fácil para a maioria das crianças, que pela primeira vez são afastadas da sua casa e da família e precisam ao mesmo tempo aprender a conviver com adultos e crianças até então estranhos. Em geral, os pequenos tendem a apresentar ansiedade e até mesmo tristeza no momento da separação, sentimentos que estão relacionados à insegurança proporcionada pelo novo grupo que está se inserindo.
De acordo com a psicóloga Jonice Silveira, 29 anos de idade e quatro de atuação, a família tem papel fundamental, principalmente na preparação da criança para o primeiro dia na escola. É importante conversar muito sobre o que ela irá encontrar e, se possível, visitarem juntos a escola antes de iniciar o ano letivo. É fundamental também estar ao lado dela no primeiro dia de aula, transmitindo sentimentos positivos em relação a essa nova experiência.
“É necessário que tanto os pais como a escola respeitem o prazo de adaptação de cada criança, seus medos e ansiedades, pois estão aprendendo a conviver com a nova realidade que a entrada na escola proporciona”, observa. Nos primeiros dias de aula é importante um familiar ficar na escola perto da criança para facilitar o processo de adaptação. “Só não é saudável ficar dentro da sala de aula, pois isso distrai a criança e em alguns casos até retrai a interação com os colegas e com a professora”, explica a psicóloga.
A secretária e acadêmica Mônica Mourales, 35, já iniciou os preparativos para que o pequeno Frederico, 2 anos e 11 meses, tenha uma boa adaptação à pré-escola. “Essa é a primeira vez que meu filho vai enfrentar uma rotina escolar. Tenho explicado isso para ele e para que a aceitação seja mais fácil já levei ele para conhecer a escola e também para ajudar a escolher seu material escolar”, conta. Segundo a mãe, Frederico, que entrará na pré-escola do Colégio Marista Roque, tem mostrado entusiasmo ao saber que logo iniciarão suas aulas.



 

Mônica e Frederico: preparação para adaptação à pré-escola já começou



 

FIQUE DE OLHO

Adaptação por fases


Antes dos seis meses de idade

Quando ocorre a adaptação da criança a uma escola infantil na turma de berçário, normalmente esse período é muito curto e tranqüilo, pois a ansiedade maior acaba sendo da mãe que fica insegura em deixar seu pequeno. Isso ocorre porque a criança ainda não possui discernimento sobre o que está ocorrendo com ela e acaba se adaptando de uma forma muito tranqüila à nova rotina.

 

Entre os seis meses e os três anos

Essa acaba sendo a etapa mais trabalhosa para a família, pois a criança ainda não consegue entender o que significa a escola na sua vida. É preciso ter muita tranqüilidade, paciência e segurança no processo. Aos poucos a criança começa a perceber a escola como um ambiente agradável, estimulante e passa a sentir prazer em compartilhar a companhia dos colegas.

 

A partir dos quatro anos

Nessa fase a entrada na escola tende a ser mais tranqüila, uma vez que a criança já compreende o que está acontecendo e o período de adaptação costuma ser bem curto, durando apenas alguns dias. Esse tempo tende a ser o suficiente para a criança se acostumar com sua nova rotina e sanar as ansiedades causadas pela nova realidade.


 

Como tornar a adaptação mais fácil


. Ao conhecer a escola, informe-se sobre o processo de adaptação e converse com a criança. É importante nomear o que ela vai encontrar ali, inclusive a professora.


. Caso a criança pergunte se você ficará junto, explique que, no começo, sim, mas que logo ela estará fazendo tantas coisas interessantes que nem sentirá sua falta.


. Programe-se com o pai ou com um familiar de confiança da criança para que sempre tenha alguém disponível nos primeiros dias da adaptação.
 
. Leve um pouco da casa para a escola: o lanche predileto do pequeno, um brinquedo ou o paninho.


. Não force seu filho a se engajar nas atividades.


. Quando sair da escola, nunca deixe de se despedir do pequeno.


. Se seu filho a procurar, delicadamente remeta-o de volta à professora ou aos amiguinhos. Evite se isolar com ele.


. Não critique a escola em casa. Se desconfiar de algum problema, marque uma reunião com a coordenadora pedagógica.


. Estabeleça uma rotina. Nada pior para a criança do que a situação de aluno-turista. Nessa idade, previsibilidade é sinônimo de segurança, requisito fundamental para a boa adaptação na pré-escola e, mais tarde, em todos os campos da vida.



 



Jonice: período de adaptação pode variar, mas é importante respeitar o tempo de cada criança

 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601