linda insta

Reportagens Edição 04 - AGOSTO/2007

Tá no sangue!


Filhos seguem a carreira de pais médicos com freqüência incomum em Cachoeira do Sul


Tal pai, tal filho. Filho de peixe, peixinho é. Estes dois provérbios são batidos, mas cabem como uma luva - com o perdão de mais um adágio - para um fenômeno insistente de Cachoeira do Sul: filhos de médicos que seguem a carreira do pai. Isto fez com que a cidade se tornasse privilegiada com a renovação constante da classe médica. De acordo com o diretor-técnico do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB), cardiologista Carlos Eduardo Florence, a chegada dessa nova geração é muito importante, mas ainda assim é preciso que mais filhos sigam os passos do pai médico para suprir a demanda de atendimentos tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) quanto particular.


José Alberto e Eduardo: à espera da Alice, que está estudando em Porto Alegre, para completar o quadro familiar na clínica


Em Cachoeira existem vários casos de filhos que ao acompanharem o dia-a-dia do pai desde a infância acabam se identificando e resolvem seguir sua carreira. Em algumas famílias, como na do ginecologista Acemar de Freitas, 75, a paixão pela mesma profissão vai mais longe e chegou à terceira geração. Sua filha mais velha, Josane de Freitas, 47, seguiu na carreira, só que optou por se especializar em pediatria. Agora, a neta Caroline, 18, está estudando para tentar uma vaga no mesmo curso e seguir os passos do avô e da mãe. Desde que se formou, Josana trabalha no mesmo consultório de Acemar. "Nossos pacientes acabam criando um vínculo muito forte conosco, pois meu pai cuida da mãe durante a gestação e, na maioria dos casos, depois do parto eu assumo os cuidados com a criança”, comenta a pediatra.
Apesar de seguir em uma outra especialidade, o cirurgião-geral Rodney Zinn de Carvalho, 32, afirma que a medicina sempre esteve muito presente em sua vida por ele acompanhar o pai, pediatra Rodney de Carvalho, 62, desde pequeno e admirar sua conduta e postura. “Sempre deixei meus filhos livres para seguirem na profissão que quisessem, mas tenho orgulho de ter pelo menos um que quis seguir o meu caminho”, comenta Rodney pai. Mesmo atuando em áreas diferentes, pai e filho atendem juntos no mesmo consultório e têm muitos pacientes em comum.
Se ser filho do médico radiologista José Alberto Schuch, 60, poderia abrir as portas num primeiro momento, no decorrer da vida profissional se tornaria um desafio crescer junto com o pai. Seu filho mais velho, Eduardo Schuch, 34, topou entrar na luta e decidiu se especializar na mesma área, a radiologia. Hoje os dois trabalham em conjunto na clínica da família. Com orgulho, José Alberto já planeja receber um reforço: sua filha Alice, 26 anos, se formou em junho e agora se prepara para fazer a residência médica também na área de radiologia. “Depois que concluir seus estudos em Porto Alegre é provável que a Alice venha trabalhar ao meu lado e ao lado do irmão”, projeta o pai coruja.


Pais e filhos médicos


. Pai: Acemar de Freitas (ginecologista)
Filha: Josane de Freitas (pediatra)


. Pai: Rodney Zinn de Carvalho (cirurgião-geral)
Filho: Rodney de Carvalho (pediatra)


. Pai: José Alberto Schuch (radiologista)
Filho: Eduardo e Alice Schuch


. Pai: Ramiro Gaspary (pediatra)
Filha: Leisa Gaspary (ginecologista e obstetra)


. Pai: Geraldo Salzano (clínico e cirurgião-geral)
Filha: Rosele Salzano (ginecologista e obstetra)


. Pai: Renan Coelho (otorrinolaringologista)
Filho: Rodrigo Coelho (oftalmologista)


. Pai: Paulo Machado (cirurgião-geral)
Filha: Júlia de Barros Machado (ginecologista)


. Pai: Loly Ribeiro (urologista)
Filhos: Martin Ribeiro (cirurgião-geral) e Marilice Ribeiro Salomão (pediatra)


. Pai: Marion Schirmer (oftalmologista e laringologista)
Filhos: Marcelo Schirmer, Ricardo Schirmer e Maurício Schirmer (todos oftalmologistas)


. Pai: Pedro Paulo Oliveira (anestesista)
Filha: Ana Paula Oliveira (ginecologista)


. Pai: Sérgio Ghignatti (especialista em doenças vasculares)
Filho: Sérgio Ricardo Ghignatti (clínico-geral)



Josane e Acemar: geração de médicos da família se renovará com Caroline, que já está em Pelotas se preparando para o vestibular



Carinho: Leisa Gaspary se diz honrada por poder ter seguido a carreira do pai



Rodney (pai) e Rodney (filho): unidos na mesma profissão e trabalhando lado a lado no mesmo consultório



Orgulhoso: Loly Ribeiro com dois filhos na medicina, Martin e Marilice






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601