linda insta

Reportagens Edição 55 - janeiro/fevereiro de 2012

Uma carona para a educação


Sentar no banco ao lado do motorista requer bom-senso

Não tem como fugir, uma vez ou outra você acaba pegando ou dando carona a alguém. O problema é que nem sempre a companhia torna o trajeto mais agradável, pelo contrário, muitas vezes faz virar um verdadeiro tormento. A convite de LINDA, a consultora de etiqueta Rosimere Moraes, 46 anos, lista regras de boas maneiras para passageiros. Confira o que ela diz e não dê mais carona para o azar.




Tente ser o mais invisível possível

Pronunciar frases do tipo “Acho melhor você pegar aquela próxima rua à esquerda” está fora de cogitação. Também não peça nada além do combinado. Pedir para fazer umas paradinhas antes de chegar ao destino nem pensar. Para quem dá carona é péssimo escutar coisas, como - Pode parar ali no posto para eu tirar dinheiro?


Pontualidade é fundamental


Atrasos são bolas fora, deixar o outro esperando é quase certeza de que será o último favor. Se você sabe que não consegue chegar no horário, acorde mais cedo. Quem pega carona é que precisa estar disponível e não o contrário.


Sem cigarro

Muitos são aqueles que em seus carros acenderiam um cigarro. Na posição do carona, jamais! Se você fuma e o dono do carro não, nem peça para fazê-lo, porque é algo que vai causar um mal-estar. Se a viagem é longa, sugira uma parada para alimentar o vício. Já se o motorista é o fumante, diga cordialmente que a fumaça lhe faz mal e que não vê problemas em fazer paradas para ele fumar.


Solta o som

O grau de intimidade que pode deixar a viagem mais leve também pode jogar contra. Portanto, mesmo que tenha intimidade, deixe que o motorista comande o rádio. No máximo, sugira outro tipo de música, mas nunca impondo o seu gosto musical.


Grana

O bom senso é o principal aliado de quem senta à direita do motorista. Reconheça que a carona é uma cortesia e se ofereça para o rateio das despesas, seja com combustível, pedágios ou estacionamento.


Frio e calor


Se estiver sentindo calor ou frio, diga tranquilamente. Essa questão pode ser resolvida de maneira consensual, só não se atreva a regular por conta o ar-condicionado.


Comida


Muitas vezes o motorista não gosta de comida ou bebida a bordo, então alimente-se antes. No caso de viagens longas, também pode sugerir uma parada para o lanche.


Conversa


Tenha muito cuidado com os assuntos que irá abordar durante o percurso. Evite falar o tempo todo de assuntos íntimos ou que exigem atenção do ouvinte. Além disso, poupe o motorista de conversas chatas e deprimentes.











EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601