linda insta

Reportagens EDIÇÃO 52 - Outubro de 2011

Uma viagem ao passado


LINDA foi atrás das curiosidades encontradas em antigas casas construídas em Cachoeira do Sul

Quem passear com um pouco de atenção pelas ruas da cidade, vai observar a quantidade de construções antigas espalhadas por aí. Os velhos casarões são sinônimos de beleza e principalmente história que se mescla com a da própria cidade. “Cachoeira do Sul foi o quinto município a ser criado no estado e como já tem 191 anos é possível encontrar diversas casas antigas em bom estado de conservação”, observa a pesquisadora Mirian Ritzel, 50, 24 anos de profissão.
“Esses casarões estão localizados na zona sul, porque a cidade se iniciou na casa da Aldeia. Só depois que veio a expansão para a zona norte, por isso naquela área não são encontradas construções tão antigas”, completa Mirian.
E quantos mistérios rondam essas construções imponentes erguidas há mais de meio século. De acordo com o engenheiro civil Cláudio Carvalho, 46, sendo 21 de profissão, os velhos casarões são a lembrança viva de como eram as moradias antigamente e como foram se transformando ao longo do tempo. “Essas mudanças foram grandes e sempre aconteceram visando uma maior comodidade aos moradores” explica o engenheiro.
Antigamente um único banheiro era utilizado por todos os moradores e se chamava quarto de banho. Mais amplo, era localizado no final da casa, tendo que passar por todos os cômodos para chegar nele. “Hoje, as construções possuem normalmente mais de um banheiro, sem falar nas suítes encontradas em muitas casas” diz. Outro fator que mudou com o passar dos anos foi o tamanho dos revestimentos. Antes, os azulejos eram pequenos e cobriam grande parte das paredes do banheiro e da cozinha. “Hoje o azulejo é usado normalmente atrás da pia da cozinha e no box do banheiro e dependendo do padrão da residência é substituído por granito ou pastilhas de vidro”, conta. Já os pisos eram com pedras pequenas ou então de madeira. “Agora a moda são peças grandes com placas que podem chegar a dimensões que passam de um metro quadrado”, ressalta Cláudio.
Outro ponto das construções que foi se atualizando e hoje se tornou uma parte funcional da casa é a garagem. “Antes eram peças separadas, sem ligação com a residência. Não é difícil encontrar casas assim, até porque antes não existiam tantos carros. Hoje, são interligadas e na maioria delas acabam sendo um espaço para reunião familiar, já que algumas possuem churrasqueira, o que torna a garagem uma peça bem aproveitada” explica o engenheiro que ressaltou também a diferença nas portas dos antigos casarões que eram de folha dupla na maioria das casas e hoje já não é tão comum de encontrar. “As portas de folha dupla eram feitas em casas mais sofisticadas” conta.
Para quem não tem a oportunidade de visitar uma residência com todos esses detalhes, uma passada pela fachada da morada já é suficiente para fazer uma viagem de volta ao passado. “Com certeza uma das mais marcantes características dos casarões são as suas fachadas. Só pela beleza e riqueza de seus detalhes já se pode saber que aquela é uma construção antiga”, completa.
LINDA visitou quatro casas antigas da cidade e constatou o que diz o engenheiro civil Cláudio Carvalho. Para quem ainda é jovem, uma memória interessante sobre como eram as construções feitas há meio século. Para quem acompanhou a época, uma oportunidade de relembrar um pouco o passado.



Ao passar na frente da residência de Sueli Ladwig logo se percebe que é uma casa antiga. Construída no ano de 1925, ela tem uma fachada característica dos casarões antigos que ela fez questão de conservar. Já dentro da casa foram feitas reformas pela proprietária para um melhor aproveitamento do espaço.



Outra característica de algumas casas antigas é a proximidade com a calçada, construídas sem o recuo que hoje é exigido em zonas residenciais.



As paredes da casa de Heitor Mena Barreto foram construídas com estuque há mais de 100 anos e o piso ainda se conserva de madeira.



Ainda se preserva na casa de Gerda Hentschke Cunha uma garagem típica de casarões antigos, original de quando a casa foi construída há 75 anos. Essa construção também tinha um quarto de banho que foi reformado para um modelo de banheiro atual.



“Gosto muito do estilo da casa e procuro mantê-la com as características originais”.



A residência com aproximadamente 80 anos de Eloia Dickow apresenta o pé direito elevado e detalhes nos cantos da parede conferindo características de um típico casarão.






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601