linda insta

Reportagens EDIÇÃO 52 - Outubro de 2011

Passa o cartão...


Conheça as vantagens e as desvantagens de usar o cartão de crédito

Vítima de diversas discussões sobre seu uso, o cartão de crédito, ou dinheiro de plástico como também é conhecido, ainda é pouco compreendido pela maioria das pessoas. Muitos se perguntam se devem ou não usá-lo. Segundo o consultor e diretor da Ulbra/Cachoeira Rogério Brandt, 51, sendo 11 de profissão, tudo depende de como ele é utilizado.


“O cartão de crédito é um auxilio que facilita na hora das compras, mas deve ser muito bem administrado”.



Fuja do impulso
Evite compras por impulso. O fato de ter um bom limite no cartão não é motivo para comprar algo que não é necessário ou que vai sofrer para pagar posteriormente. Controle-se, afinal a fatura chegará em poucos dias e terá de ser paga.


Guarde os comprovantes

Guardar todos os comprovantes das compras realizadas, tanto no cartão de crédito quanto no cartão de débito é fundamental. “Eles são os únicos documentos que você poderá dispor em caso de falhas ou erros da administradora”, explica.


Negocie suas dívidas se necessário

Se perder o controle sobre alguma dívida no cartão de crédito, não hesite em negociá-la o quanto antes. “Busque linhas de crédito com taxas de juros menores para saldar a divida do cartão”, esclarece Brandt.


O cartão pode ajudar no controle das finanças
Comprar com ele fará com que todos ou a maioria de seus gastos sejam centralizados em um único instrumento. “Algumas pessoas têm dificuldade em manter todas as despesas anotadas e nesse ponto o cartão pode servir como um centralizador de anotações, mas seu uso deve respeitar os limites do orçamento de cada pessoa”, explica Brandt. A regra é nunca comprometer mais que 70% do salário.


O limite do cartão não faz parte de seu salário
Não contabilize o limite de seu cartão como um dinheiro além de seu salário. “Jamais inclua esse valor como se fosse algo que faz parte de suas receitas”, completa o consultor.




Cuidado com os juros elevados

O crédito pessoal concedido por meio do cartão de crédito é um dos que apresenta os maiores custos com taxas e encargos. Portanto, evite ao máximo entrar no rotativo do cartão de crédito, ou seja, pagar o valor mínimo, pois a próxima fatura virá com juros bastante elevados. “Basta um deslize para transformar uma pequena dívida em uma verdadeira bola de neve”, conta Brandt.



Dê preferência ao cartão de débito

Se você tem dúvidas em relação a sua capacidade de organização financeira, opte pelo cartão de débito. “Ele é um meio de pagamento eletrônico à vista e que ainda poupa de ter que andar com dinheiro em espécie na bolsa ou na carteira”, observa.


O cartão é um ótimo meio para parcelar suas compras

Se você é uma pessoa organizada e raramente faz uma ou outra compra parcelada porque se programou para isso, então o pagamento com cartão de crédito é uma ótima alternativa. “Mas cuidado com os juros, às vezes se parcelado, o bem dobra de valor”, orienta Brandt.





EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601