linda insta

Reportagens EDIÇÃO 51 - SETEMBRO 2011

SOCORRO!


Aprenda a cuidar do seu bichinho de estimação quando ocorrer algum acidente

Não é só com seres humanos que acontecem acidentes que exigem que sejam feitos os primeiros socorros. Com os bichinhos de estimação a história se repete e muitas vezes acaba deixando o dono sem a mínima ideia de como proceder. LINDA conversou com o médico veterinário Edson Salomão, 57, sendo 35 de profissão, que deu dicas para tentar ajudar o animal sem prejudicar o quadro, indicando a forma correta para amenizar o sofrimento do bichinho enquanto ele não é levado ao veterinário.

Choque elétrico
> Desligue a chave geral da eletricidade.

> Procure não encostar no animal, mas caso haja parada respiratória faça massagem cardíaca para reanimar.

Afogamento
>Coloque o animal deitado de lado e o mais imóvel possível.

> Se estiver respirando, abra a boca do animal e puxe a língua para retirada da água.

> Caso ele não esteja respirando, faça a respiração boca focinho. Assim que retomar a respiração, mantenha o animal aquecido e leve ao veterinário.

Envenenamento
> Evite dar leite ao seu bicho, pois pode piorar a situação.

> Dependendo do que foi ingerido é necessário provocar o vômito, dando água morna com sal para o animal.

> Identifique a causa da intoxicação, procurando vestígios na boca ou onde ele dorme e leve ao veterinário.

> Se estiver longe do hospital, dê a ele carvão ativado diluído em água para impedir a absorção das toxinas, mas só funciona quando feito logo após o incidente.

Engasgo
> Abra a boca do animal e tente localizar o que está causando o engasgo, dependendo do que for, poderá ser retirado com uma pinça.

> Se for um animal pequeno, coloque de cabeça para baixo, segure pelas patas traseiras e bata na região dos pulmões.

> Evite colocar o dedo na garganta porque pode empurrar ainda mais o objeto para dentro.

Queimaduras
> Lave com água fria e corrente por alguns minutos. Se a queimadura for superficial enrole cubos de gelo num pano e aplique sobre o local por 15 minutos.

Convulsões
> Colocar o animal em local sem ruídos e com pouca luz.

> Retire de perto objetos cortantes ou que possam causar ferimentos.

> Não puxe a língua dele para fora da boca.

Picada de cobra
> Lave com água corrente o local da picada.

> Evite que o animal se movimente, para que o veneno não se espalhe mais rapidamente.

> Não faça torniquetes e não administre nenhum medicamento para o animal.

Fraturas
> Não tente colocar os ossos do bicho no lugar. Imobilize o membro fraturado para não ter que amputar.

> Hora de levar ao veterinário: para transportar, coloque o animal sobre uma tábua, evitando mexer demais. Não toque no machucado, pois o bicho poderá se estressar.





EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 136 - junho de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601