linda insta

Reportagens EDIÇÃO 51 - SETEMBRO 2011

Sem obstáculos para o AMOR


Casais contam como vivem uma relação em que mais de uma década os separam

Apesar da mídia, especialmente através das novelas, mostrar cada vez mais histórias de romance entre casais com grande diferença de idade, esses relacionamentos ainda dão o que falar fora da telinha. Tudo por que fogem dos padrões considerados normais. Disso a corretora imobiliária Elis Regina Bello, 39, e o advogado Felipe Calvett, 28, sabiam bem quando decidiram assumir seu relacionamento. Ela, com 11 anos a mais, conta que no começo da relação não receberam aprovação total da família. “O que era esperado, sabíamos que esse seria um relacionamento que exigiria um esforço maior de ambos para estarem juntos porque sempre será colocado em xeque, tanto pela família, como pela sociedade", diz.
Entretanto, o casal soube driblar os obstáculos e hoje já completa nove anos de união. “Acredito que por não nos deixarmos abalar por comentários negativos, tudo deu certo”, ressalta Felipe que sabia que não era só pontos negativos que esse romance teria. “Conviver com alguém com uma maior diferença de idade tem muitas vantagens. A maturidade da Elis me faz aprender muito com ela. É uma grande troca de experiência, onde um completa o outro”, conta. Quanto a ciúme, contrariando o provável, é Felipe o mais ciumento na relação. “Sentimos um ciúme normal, nada exagerado. Afinal não é idade que determina isso e sim o equilíbrio do casal para lidar com as mais diversas situações”, observa Elis.
Como relacionamentos são sempre um risco, eles sabem que, um dia, a diferença de idade pode pesar, mas preferem viver o dia de hoje fazendo planos para um futuro que esperam ser feliz. Nesses projetos, ainda não entrou ter um filho juntos. “Mas não foi pela diferença de idade, pois poderíamos perfeitamente ter sido pais juntos”, diz Elis que é mãe de Verônica, 17, e que sempre apoiou o casal. “Com o consentimento dela e aceitação agora de toda a família fica mais fácil, mas é nossa cumplicidade e respeito mútuo que garantem o sucesso da nossa união”, completam.
 

“Por mais que os relacionamentos entre pessoas em fases de vida diferentes sejam vistos com maus olhos por parte da sociedade, principalmente quando a mulher é mais velha, eles podem dar certo, sim, e serem sinceros”,
Elis e Felipe



O amor não tem idade

Quando existe diferença de idade entre um casal, quanto maior ela for, mais olhares irá atrair. Mas isso em nada preocupa o relacionamento da cachoeirense Lucianita Simões, 31, que é casada com o engenheiro eletricista Élvio Rabenschlag, 71. A diferença de 40 anos não atrapalha a vida do casal, que atualmente mora em Santa Maria. Juntos há mais de dois anos, o casal enfrenta junto as dificuldades e preconceitos. “Aprendemos a tolerar, pois compreendemos que essa diferença de idade como não ocorre na maioria dos casos é normal de ser estranhada”, ressalta Élvio. Para o casal, quando o homem ou a mulher procura alguém mais jovem, está mesmo que sem perceber, atrás da juventude. Pois se relacionar com alguém mais novo, estimula a vaidade e faz com que a busca pela vitalidade seja ainda maior. “Nossa diferença de idade não aparece a não ser no aspecto fisionômico. Apesar de ter 40 anos a mais que ela, tenho interesse nas coisas novas, tenho boa saúde e boa disposição”, relata o engenheiro.


Lucianita e Élvio: 40 anos de diferença não atrapalham o casal



A idade está na cabeça

Existem pessoas de mente aberta a novas experiências, que buscam a manutenção da alegria, do bom humor, das aventuras e dos desafios mesmo com o passar dos anos. Assim é o funcionário público César Sena, 48, que encontrou na esposa Greice Félix Schreiner, 30, a companheira ideal para acompanhar seu ritmo acelerado. No começo da relação, o casal enfrentou a oposição da família ao relacionamento. “Minha família era contra eu namorar um homem mais velho e a família do César perguntava o que ele queria com uma mulher muito mais nova”, conta Greice. Apesar da resistência inicial, a família de ambos aceitou a relação que já dura 11 anos.
O casal relata que apesar da diferença de 18 anos entre os dois, nunca enfrentaram grandes dificuldades. “Não sentimos essa diferença de idade no dia-a-dia. Acho até que a energia da juventude da Greice que me ajuda a aparentar ser mais novo”, conta César. Após três anos de união o casal teve Manuela, 8 anos, que é a alegria da família junto com João Victor, 14, filho de um relacionamento anterior de César. O casal nunca sofreu preconceito pela diferença de idade, mas acredita que quando o amor é verda-deiro supera tudo. “O amor e o companheirismo superam qualquer barreira, juntos, um casal apaixonado enfrenta tudo”, completam.


César e Greice: 18 anos de diferença não são sentidos na rotina do casal



Diferença de idade em xeque

Aceitação da sociedade - É necessário um preparo do casal para comunicar esta novidade aos familiares, já que esse apoio acaba contribuindo para o sucesso da relação amorosa.
 
Relação de sucesso - Quando falamos de relacionamentos com probabilidade de dar certo, estamos falando de pessoas que buscam felicidade, reciprocidade, companheirismo e cada caso é único. Ninguém tem 100% de assertividade, para isso, existe a necessidade da participação de ambos, o que falta para um é completado pelo outro e vice-versa. A qualidade do relacionamento independe da idade quando os dois buscam harmonia. Na relação tem que haver disponibilidade e investimento de ambas as partes.
 
Fonte: psicóloga e psicoterapeuta Elisabel Gomes, especialista em terapia de casais e famílias.








EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 134 - abril de 2019

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601