Diversão EDIÇÃO 14 - JUNHO 2008

Humor


Saudades de casa
Depois de algum tempo viajando, o homem entrou num chinaredo, deu R$ 2 mil para a cafetina e pediu:
- Eu quero a mulher mais feia da casa e um prato de macarrão bem gorduroso!
Muito intrigada, ela diz:
- Olhe, cavalheiro, por esse dinheiro o senhor pode ter uma mulher lindíssima, de belas pernas, bumbum redondinho e seios fartos, e um prato finíssimo, com lagosta e muito espumante!
- Minha senhora, eu quero que entenda: eu não estou com tesão... Só estou com saudades de casa!

 

Solidariedade
Certo dia Joãozinho estava na escola e o professor falou:
- Quem se acha burro fique em pé! 
Todos ficaram sentados e de repente Joãozinho levantou. Preocupado, o professor perguntou:
- Você se acha burro Joãozinho?
- Pois é, professor, eu te vi aí em pé sozinho e fiquei com pena!

 

Conversa no asilo
Três velhinhas estavam conversando num asilo sobre seus filhos, quando a primeira disse:
- Meu filho é sacerdote e quando ele passa, todos dizem: Oh, vosso reverendíssimo!
A segunda disse:
- Meu filho é papa, quando ele passa todos dizem: Oh, vossa santidade!
E a terceira disse:
- O meu filho faz strip-tease em uma boate guei, quando ele tira a roupa, todos dizem: Oh, meu Deus!

 


CURIOSIDADES

O Dia dos Namorados no Brasil nasceu como uma data comercial. Em junho de 1949, o publicitário João Dória teria dado início a uma campanha para melhorar as vendas da extinta loja Clipper. Aproveitando o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro, Dória conclamou os namorados a se presentearem no dia 12 de junho com o slogan “Não é só de beijos que se prova o amor”. A iniciativa teve o apoio da Confederação de Comércio de São Paulo e faz a alegria dos comerciantes até os dias atuais. Em países como Itália, França e Estados Unidos a data é comemorada em 14 de fevereiro, dia de São Valentim.






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601