Diversão Edição 04 - AGOSTO/2007

Humor


Inteligência das loiras:
Um jovem ventríloquo estava fazendo uma turnê e foi dar um espetáculo num bar em uma cidadezinha. O seu repertório era sobre as mancadas das loiras. Porém foi interrompido por uma loira que se levantou da platéia:
- Já ouvi o suficiente das suas piadas denegrindo loiras, seu idiota. O que o faz pensar que pode estereotipar as mulheres desse jeito? O que tem a ver os atributos físicos de uma pessoa com o seu valor como ser humano? São caras como você que impedem que as mulheres sejam respeitadas no trabalho e na comunidade, que nos impedem de alcançar o pleno potencial como pessoa. Por sua causa e por causa das pessoas da sua laia perpetua-se a discriminação contra as loiras e contra as mulheres em geral... Tudo em nome do humor!
Confuso, o ventríloquo começou a se desculpar e a loira, em tom esganiçado, diz:
- Fique fora disso, senhor. Eu estou falando com esse rapazinho sentado no seu colo!


Socorro!
O policial do 190 atendeu o telefone e foi anotando o pedido de socorro:
- Por favor, mandem alguém urgente, entrou um gato em casa!
- Mas como assim? Um gato em casa?
- Um gato. Ele invadiu minha casa e está caminhando em minha direção!
- Mas como assim? Você quer dizer um ladrão?
- Não! Estou falando de um gato mesmo, desse que faz miau, miau, e ele está vindo em minha direção. Vocês têm que vir agora!
- Mas o que tem de mais um gato ir na sua direção?
- Ele vai me matar, ora bolas. E vocês serão os culpados.
- Quem está falando?
- O papagaio, droga!


Salário compatível
Indignado com o baixo salário que recebe, o funcionário resolve reclamar com o patrão:
- Meu salário não está compatível com as minhas aptidões!
- Eu sei, eu sei. Mas não podemos deixar você morrer de fome, responde o chefe.






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601