linda insta

Fica a DICA Edição 108 - novembro de 2016

Fica a DICA

» Maura Souza - @maurasouza @loucaporlata www.maurasouza.com.br


Como 2016 já está nos abandonando e 2017 já começa a dar as caras, vamos trocar um pouco a pauta desse mês para algo que eu considero tão interessante e bacana quanto moda, e que a essa altura do campeonato é impossível não falarmos (e desejarmos (profundamente)): as f-é-r-i-a-s. Sejam de uma semana, 15 dias ou um mês, a essa altura do ano já está todo mundo desesperado por uns dias OFF. As minhas acabaram faz pouco, e quero dar algumas dicas bacanas sobre lugares e, claro, sobre a (amada e odiada) mala. Espero que vocês gostem das dicas e que elas realmente ajudem!

Maura Souza
maura_souza@hotmail.com

 

MALTA

O arquipélago todo é lindo, um país que eu nem conhecia e acabou sendo um dos meus preferidos. Toda água lá é absurdamente transparente e todas as praias são maravilhosas. A Blue Lagoon, que fica na Ilha de Comino, como o nome diz, é uma lagoa azul enorme, I-N-C-R-Í-V-E-L, as fotos não chegam perto da beleza que é esse lugar. 

 

LISBOA

É uma cidade apaixonante, não esperava muito de lá, mas acabei descobrindo um lugar lindo, repleto de cultura e passeios. A comida e a bebida (turismo gastronômico é algo que não abro mão) são MUITO boas e o preço é bacanérrimo, um dos lugares mais baratos que já fui. Não dá pra perder SANTINI, um sorvete famoso (e delicioso), e a Pensão do Amor, um bar antigo repleto de história e bons drinques.




Hvar é uma das milhares de ilhas desse país. É incrivelmente linda. Pra quem curte uma balada, lá estão as melhores. Dica: Hula Hula Beach Bar!




MADRI

A Espanha é meu xodó. Um país lindo, com pessoas encantadoras e uma cultura forte. Madri é totalmente cosmopolita, gente do mundo todo, correria e milhões de lojas pra se perder (e consumir). Duas dicas de lá: todo domingo de manhã acontece o El Rastro, o mercado de pulgas com várias barraquinhas que vendem tudo que se pode imaginar, de móveis antigos a casacos de pele. Também o Mercado de San Miguel, perfeito pra quem quer se perder na gastronomia espanhola, um lugar cheio de barracas com tapas gourmet.




GRÉCIA

É realmente tudo que dizem e mais um pouco. É linda, encantadora e também cheia de história. Passear nas ruínas de Atenas é uma experiência diferente, mas um dia lá já está ótimo. Em Mykonos deixo como dica alugar um carro e aproveitar pra visitar a ilha toda, em cada canto surge uma praia mais linda que a outra. Em Santorini a parte mais apaixonante é o pôr do sol, reservei dois dias pra ele e ainda acho que poderia ter passado uma semana admirando.




CROÁCIA
Dubrovnik é a cidade mais visitada da Croácia, seu centro histórico é considerado patrimônio mundial pela Unesco e lá foram gravadas várias cenas de “Game of Thrones”. Tem um bar, Buza Bar, no meio das pedras, em cima de um morro dentro da cidade antiga, de onde as pessoas pulam direto para o mar (15 metros de altura) e, claro, com um pôr do sol INCRÍVEL (estou ficando sem adjetivos pra essas paisagens).





Mala ou mochila?

Dúvida cruel! E admito que foi super difícil escolher qual seria a melhor opção, mas devido ao meu estilo de viagem, com muitos voos (e na Europa despachar mala é caro), eu acabei escolhendo a mochila, que saiu daqui pesando 9,5 quilos (explodindo). Depois disso a missão impossível era levar looks bacanas dentro desse micro espaço. Eu queria ter roupas legais e que combinassem entre si. Ao mesmo tempo que foi um desafio foi também um aprendizado enorme. E posso lhes dizer que depois de 30 dias com uma mochila eu sobrevivi e (acredito) me saí bem.

.
Na hora de montar a mala pense muito bem no que combina com o que e até em que peças podem ser utilizadas mais de uma maneira, isso aumenta muito a possibilidade de combinações.

.
Uma blusa que eu levei foi usada como blusa (óbvio), vestido e também saia. Sempre é bom levar roupas lisas, cores neutras e, claro, algumas peças estampadas pra poder brincar nas combinações.

.
Muitos acessórios é realmente difícil de carregar, mas escolha um ou dois que você realmente ama e usa pra dar um UP naquela camiseta branca. Sapatos eu levei três: um tênis branco (eu sabia que ele ia ficar marrom até o final da viagem), uma rasteira que usava pra passeios mais “arrumadinhos” e uma Havaianas.

.
Mas o maior desafio mesmo foi me desapegar de todos os cremes e toda maquiagem que sempre carrego. Levei uma necessaire de emergência com o básico do básico.

.
Dito tudo isso, eu realmente espero que as dicas sejam úteis e que vocês consigam fazer malas cada vez menores porque é uma sensação de liberdade incrível saber que se pode viver (ser feliz e ter bons looks) com pouco!
 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 124 - maio de 2018

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601