linda insta

Casa Linda Edição 120 - dezembro de 2017

Quarto hipster da Gabriela Chaves


Use a criatividade para reaproveitar coisas antigas na decoração

Você já deve ter ouvido a palavra hipster com frequência nos últimos tempos, não é? Essa tendência alternativa, também denominada underground (expressão inglesa que significa subterrâneo, usada para referir-se ao que foge dos padrões comerciais), virou febre entre homens e mulheres por incorporar várias referências e inspirações de antigas tribos urbanas, como o hippie, o folk, o boho e o vintage. Numa mistura eclética de estilos passados, os hipsters fazem a própria moda e combinam o antigo e moderno ao estilo de vida, à moda e à decoração. Nessa onda, a esteticista e cosmetóloga Gabriela Chaves, 25, sócia-proprietária da Ébela Estética, buscou inspiração para decorar o seu quarto. Com móveis rústicos, luzes decorativas e peças criativas, Gabriela conferiu um visual único ao local. Ela abriu as portas de sua casa para a revista LINDA e o resultado você vê a seguir.


Conforme Gabriela, suas inspirações para decorar o quarto vieram da internet e de redes sociais como Instagram e Pinterest, adotando o estilo hipster ao misturar objetos rústicos e modernos. “Foi tudo carinhosamente pensado e feito por mim. Algumas coisas meu pai trouxe de fora e eu acabei reaproveitando. Ele me ajudou também na mão de obra grosseira”, conta. Contudo, a esteticista não deu por terminada a obra. “Comecei a decorar meu quarto no final do ano passado. Tudo foi feito aos poucos, e acredito que ainda tem bastante para mudar”, observa.


Consumo consciente e reutilização criativa definem o quarto de Gabriela Chaves



Cabeça de boi com flores virou peça de decoração



Arara de roupas é mais prática e bonita para organização do closet



Espelho com moldura de madeira bruta e adesivos de parede tornam o ambiente moderno e aconchegante





FAÇA VOCÊ MESMO
O conceito homemade, do inglês feito em casa, ou faça você mesmo (DIY - do it yourself em inglês), está ganhando espaço na decoração e a técnica foi a aposta de Gabriela. “Tudo foi homemade, do trilho de luz ao esqueleto da vaca, que tem mais de 40 anos, trazido de fora e pintado. Aprendi em casa e acho muito válido não precisar pagar absurdos por algo simples que eu posso aprender a fazer”, indica. O trilho de luz saiu na base de R$ 130,00, o adesivo para o tonel R$ 20,00, a arara de roupas com cabides R$ 150,00, o mural de grade R$ 35,00 e o espelho R$ 180,00.



Tapete de couro bege, trilho de iluminação e escrivaninha que virou prateleira de sapatos



Detalhe da luminária em formato de G




Madeira rústica aplicada na parede como cabeceira de cama e luzes decorativas. Na parede, o azul-esverdeado e adesivos de triângulo remetem a equilíbrio e harmonia



Painel decorativo com guirlanda de luzes e pôsteres com frases



Tonel de metal decorado com símbolo da Chanel e lâmpada pisca-pisca como suporte de joias





DICA

Para quem deseja decorar o quarto no estilo hipster se baseando no conceito homemade, Gabriela dá uma dica: “Pesquise bastante, pois a internet facilita muito e te dá várias ideias boas de como reformar sem gastar muito, e de como um detalhe faz muita diferença - seja um adesivo na parede, algumas luzinhas ou uma parede que tu mesma pode pintar”.




SAIBA MAIS

O termo hipster deriva de hip, adjetivo inglês usado desde a década de 40 com o significado de descolado ou inovador.
 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 126 - julho de 2018

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições
linda no face 2

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601