Do amor ao sexo Edição 102 - maio de 2016

O que “BROCHA” homens e mulheres

» Izabel Eilert (izabeleilert@terra.com.br)


Parece que sexo é algo fácil e descomplicado, mas não é bem assim. Existem muitos fatores na “hora H” que podem ser verdadeiros “gols contra”. Fiquem atentos para não entrar nessas armadilhas que podem prejudicar a vida sexual do casal.


Vejam aqui algumas atitudes que podem ser “brochantes” para homens e mulheres.

 

“Brocha” os homens X “Brocha” as mulheres

- DR.
Discutir a relação para o homem já é algo difícil, na hora do sexo, inviável.
- Falar do “ex” antes, durante e depois do sexo, insinuando comparações.
- Muitos gritos na hora do sexo, que podem desconcentrar ou lembrar um filme pornô.
- Calcinhas bege gigantes.
- Mulheres que querem tudo perfeito (jantar, luz de velas, pétalas de rosa na cama, depilação feita, lingerie, tudo programado...).
- Despir-se rápido demais, do tipo o homem vai ao banheiro e quando volta ela já está despida, pulando muitas etapas do jogo erótico.
- As que dizem não para tudo.


- Achar que basta tocar nos seios e genital para a mulher ficar excitada.
- O homem querer “ajudar” no sexo oral forçando os movimentos da cabeça da mulher.
- Falta de educação (neste item nem preciso ser específica...).
- Pouco beijo. Imaginem o que provoca os que beijam mal ou o sexo sem beijo: desastre total...
- Os homens “largados”, de cuecas sem elástico, pouco banho, muita barba por fazer.
- Homens que são muito diretos, pouco envolventes e românticos (do tipo “Vamos dar uma hoje?”).
- Achar que após uma discussão a mulher terá disposição de entrar no sexo nem que seja para “uma rapidinha”.
- Comparações com antigas relações.
- Dicas “de emagrecimento” quando vê a mulher nua.


O que pode atingir os dois

- Falta de higiene. Este é o básico para um sexo bom e à vontade.
- Cobranças na hora do sexo. Não cabem cobranças do tipo: Aonde você aprendeu isto? Por que você não gosta assim? Por que você faz de tal forma?
- Bêbados no sexo são inviáveis.
- Insistentes. Aqueles que toda vez pedem para fazer algo que está claro que o outro não quer.
- Elemento surpresa. Fazer algo sem nunca ter mencionado nada ao parceiro(a) para ao menos sondar a opinião do outro, como, por exemplo, roupas, fantasias, “sex toys”, outros ambientes, como ir à casa de suingue, ou introduzir outra pessoa para compartilhar o sexo.
- Posições desconfortáveis, que sejam mantidas por muito tempo só porque está bom para um.
- Passivo. Tipo “morto,” esperando que o outro faça tudo.
- Ativo performático. Que parece mais um(a) malabarista do que um parceiro sexual.

Enfim, tudo isso pode parecer óbvio, mas às vezes o óbvio precisa ser dito.
 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601