Do amor ao sexo Edição 101 - abril de 2016

Quando o sexo cai na rotina

» Izabel Eilert (izabeleilert@terra.com.br)


Relacionamentos longos tendem, fatalmente, a cair na rotina. O dia a dia, a pressa dos compromissos, os problemas financeiros ou a correria da vida em si fazem com que os casais facilmente caiam numa rotina enfadonha e chata de um sexo sem graça e raro. E este sexo ruim pode fazer com que o casal se afaste e fique mais sem paciência um com o outro, levando a um desgaste no relacionamento.

 

E como tudo na vida, o sexo também tem o risco de cair na rotina: se gostamos temos que cuidar. Como diz a música “Sozinho”, de Caetano Veloso: “... quando a gente gosta é claro que a gente cuida”. Então, sexo se cuida! Cuida para manter bom, para não cair na rotina, para serem criativos.


É bastante importante se dar conta de que algo está acontecendo, que o sexo está ficando sem graça, que a frequência está diminuindo, e dar um jeito!


Aqui vão algumas “dicas” para o sexo ser cuidado e fugir da famigerada rotina:


- Você está achando o sexo uma chatice, sempre sem graça e morno, então faça você algo diferente. Saia do papel de cobradora, esperando que o parceiro faça algo diferente. Você pode mudar.
- A criatividade é a “alma do negócio”. Seja criativa e provocante, use algo diferente, explore novas posições, novos lugares.
- Beijos mais quentes também podem levar ao aumento de intimidade. Casais que estão com menos desejo geralmente se beijam menos. Volte a dar beijos quentes e longos.
- Se aproxime fisicamente do parceiro com toques e carícias. Uma aproximação carinhosa, gestos de afeto e gentileza e uma pitada de erotismo podem fazer o parceiro voltar a olhar de forma diferente para você.
- Também conversas eróticas e mais íntimas durante o dia podem ajudar a criar um “clima” entre o casal, facilitando chegar à cama depois.
- Quebrar a rotina ajuda muito o casal a se reconectar para o sexo, como, por exemplo, uma viagem a dois, uma ida ao motel, um banho juntos ou até passar um creme no outro de forma mais carinhosa e até erótica.
- Assistir a um filme mais picante junto ou observarem os próprios corpos nus no espelho.
- Ler sobre sexo, se atualizar, se informar. Isto, além de ser instrutivo, mantém a mente ligada em sexo.
- Pensar em sexo durante o dia. Os homens pensam 34 vezes mais em sexo durante o dia que as mulheres, segundo estudo da Universidade Estadual de Ohio  (informações do jornal Daily Mail). Isto faz com que o desejo esteja mais presente, facilitando a entrada no jogo erótico.
- Brinquedos eróticos sempre podem tirar o casal da rotina, podendo trazer uma nova sensação de texturas e gostos.

Enfim, muitas coisas podem ser feitas para manter o desejo e o erotismo em alta, mas lembre-se de que não dá para esperar que depois deste “gelo” todo vocês voltem a ter um sexo quente de uma hora para a outra. Nada disto. Tem que ser reconstruída a intimidade e criadas situações de desejo. Voltem a namorar que o sexo vai surgir naturalmente.
Enfim, algo que quebre a rotina, que desacomode, que traga um “tempero” de volta.


Psicóloga e terapeuta sexual






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601