Do amor ao sexo Edição 98 - dezembro de 2015

Sexo e pressa não combinam. Orgasmo e pressa, MENOS AINDA

» Izabel Eilert (izabeleilert@terra.com.br)


Tirando a urgência dos apaixonados, que passam o “dia todo” no clima do envolvimento e estão só aguardando a hora do encontro e da explosão do mesmo, o resto é sexo que tem que ser aproveitado e construído.

O prazer se constrói, se desfruta tal qual se faz ao degustarmos o alimento: comer rápido nos tira todo prazer de saborear, de sentir o paladar e os diferentes sabores. Quando nos permitimos saborear os alimentos, tanto no visual como no paladar, saboreando cada pedaço, cada instante, lentamente, conseguimos ter muito mais consciência deles e, consequentemente, mais sensações de prazer tanto no momento em que comemos como depois da refeição.

No sexo é a mesma coisa. Quanto mais calma houver em proporcionar que o parceiro vá alcançando sensações de prazer e erotismo, lentamente, aproveitando, sem pressa, dando o tempo do tesão crescer, mais o erotismo se instala e mais qualidade se tem.


A pressa é inimiga da perfeição, sem dúvida, no sexo. Quanto mais existir a pressa, mais sinal de que a ansiedade está alta. E ansiedade alta é igual a tesão baixo. Isto tanto para a mulher, que terá muito mais dificuldade de ir até níveis altos de excitação e, consequentemente, ao orgasmo, quanto para o homem, que se estiver com ansiedade relacionada à ereção ou medo de ejacular rápido desviará do prazer e dará lugar à preocupação, medo e ansiedade, o que dificulta sobremaneira bons níveis de desempenho.
Podemos então dizer que para os homens a pressa é inimiga da ereção e de ejaculação!

Já para as mulheres, o tempo de excitação, deve ser enfatizado de que é muito diferente do tempo de excitação dos homens. Por isto é super importante que se o homem já estiver pronto para uma penetração, perceba se a mulher está também, pois este tempo é diferente entre os dois. As mulheres tendem a demorar mais na fase do desejo ou excitação e precisar de mais estímulos leves e eróticos que os homens neste momento.

O objetivo do sexo não deve ser atingir o orgasmo logo, e sim todo jogo erótico que pode envolver chegar até lá. Então, fique focado em colocar sua mente no erotismo, em não ter pressa pra nada quando estiver na cena erótica. Fixe no que está sentindo, degustando cada sensação sem pressa, e repita a que mais lhe deu prazer. Assim, neste somatório de sensações, é que você chegará ao prazer máximo.




"Não esqueça que para existir um bom sexo deve existir muita calma nesta hora!"

 

Psicóloga e terapeuta sexual

 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601