Expresso EDIÇÃO 36 - MAIO 2010

Toques


Sete atitudes que devemos ter em público

Fale baixo
É feio falar muito alto. Chama atenção de todo mundo – e o que é pior, sem necessidade.


Evite assuntos particulares
A conversa pode deixar os outros constrangidos. Questões particulares devem sempre ser tratadas de forma mais reservada.


Foco na conversa
Valorize quem está à sua frente e deixe para conversar pelo telefone ou computador depois.


Valorize seu cliente
Escute com atenção o que está sendo solicitado e o nome da pessoa para que ela se sinta bem atendida.


Peça autorização para clicar
Nunca invada a privacidade dos outros. Peça sempre se pode fotografar, mesmo se for com o celular.


Um atrás do outro
Jamais fure a fila. Aguarde sua vez para entrar nos lugares ou passar no caixa do supermercado. Nessas horas a pressa não resolve.


No restaurante
Desligue o celular ou use um toque de vibração ou discreto. Ao atender, se não for breve fale baixo ou retire-se do ambiente.




 


 

DICA

Para limpar o colarinho das camisas, passe xampu de cabelo com um pincel antes de lavar na máquina. A fórmula do xampu possui ingredientes que ajudam a dissolver gorduras do corpo que ficam concentradas nas peças das roupas.








FRASE

"As cenas de droga foram as mais difíceis, porque nunca me droguei na vida. Já as de sexo a gente sabe o básico."
Débora Secco, atriz, comentando como foi fazer Bruna Surfistinha no cinema.





 

 

Li e recomendo


Cleber Cardoso
28 anos, vereador do Democratas 


Título
“Os caçadores de Deus” 
Autor

Tommy Tenney


 

“No dia a dia as pessoas fazem muitas coisas e estão ocupadas demais, em função do trabalho ou em outras atividades acabam se esquecendo de Deus. Este livro aproxima intimamente o ser humano com Deus, inclusive frisa muito algumas formas de por em prática a fé”.




Vi e recomendo


Liege Gaspar do Nascimento
40 anos, cabeleireira aposentada  


Título
“Divã”
Diretor
José Alvarenga Jr.


“Adorei. O filme nos mostra que na vida precisamos dar a volta por cima ao ficarmos sozinhos, temos que ter um companheiro, independente de idade ou diferenças, é preciso transformação para nos sentirmos jovens de novo, não apenas viver esperando a morte chegar”


Para sempre


Célia Leal Salzano


Natural do Rio de Janeiro, Célia mora em Cachoeira do Sul desde quando tinha 18 anos. Mudou-se com a família, quando seu pai – o marechal cachoeirense João de Deus Pessoa Leal - foi transferido para a cidade depois de 30 anos fora. Logo ela conheceu o médico Geraldo Salzano, com quem é casada há 56 anos. Eles têm quatro filhos: Rejane, Ricardo, Rosane e Rosele. Na família de Célia, beleza vem de berço. A filha Rosele já ostentou o título de princesa da Fenarroz e hoje a neta Bruna Salzano tem o título de rainha da feira.



1975 - Célia Miranda Leal




MEUS ENDEREÇOS


Gastronomia: Café da Praça, pelas bebidas quentes e variedade de tortas

Viagem: Cuzco, no Peru, pela beleza do lugar. É encantador

Moda: Normalmente compro roupas em viagens, não tenho um lugar específico. Se gostar eu compro

Lazer: Ponto de Cinema é um ótimo lugar para descontrair

Descanso: o melhor lugar para relaxar e descansar é na minha casa


Marinês Pontes
47 anos, empresária







POR ONDE ANDA

Mauro Borba

Nascido em Cachoeira do Sul, Mauro Borba começou a carreira na Rádio Cachoeira. No fim da década de 70 mudou-se para Porto Alegre, onde ajudou a criar as rádios Bandeirantes e Ipanema FM. Formou-se em Jornalismo pela Unisinos. Antes e depois de formado sempre trabalhou em rádio ou televisão. Tem passagens pela TVE, Band e TV Pampa, sempre como apresentador. Há dez anos trabalha na Pop Rock e, sempre que pode, viaja a Cachoeira para visitar a família.





MODA


Meia-calça ou meia com sandália: a meia-calça não é utilizada apenas com sapatos fechados e botas. O detalhe crucial é que a sandália seja aberta na frente.










JÁ PENSOU?


Em reciclar a mangueira do jardim transformando em uma cadeira moderna e ecologicamente correta?







AGENDA
Programe-se para maio


15 – Jantar baile da Comenda do Arroz
20 – Chá da Oase em benefício da LFCC. No salão do Colégio Barão do Rio Branco, às 15 horas
22 a 30 – XVI Fenarroz
23 – Bonde do Forró, às 21 horas, no ginásio da Fenarroz
29 – Hugo Pena e Gabriel, às 22 horas, no ginásio da Fenarroz








BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601