Expresso Edição 104 - julho de 2016

Túnel do tempo


CLAUDIA BARTMANN é formada em Administração de Empresas e tem 43 anos. Ela é mãe de Fanor Augusto, 14, e Maria Fernanda Bartmann Carneiro, 9. Casada com o advogado Fernando Augusto Melo Carneiro, 55, ela já foi rainha da Sociedade Rio Branco e A Cara da Linda em 2013.
 

 



 

Claudia hoje

SÉRGIO ELLWANGER SULFOTO



1 aninho



1 ano e meio



Com 15 anos, no baile de debutantes




Com 17 anos, rainha da Sociedade Rio Branco



Aos 22 anos, durante a formatura




29 anos

 

 




Dica


Ideia criativa para não deixar de passear com seu pet porque chove lá fora ou faz muito sol.




 

Feliz aniversário!


14/07  
Luciane Jung, 40 anos



17/07
Elisângela Savegnago, 37 anos



26/07   
Ronaldo Tonet, 61 anos



30/07    
Willian Araújo, 23 anos



 

 

 

 

 

Toques

Já sabemos do ditado que diz que quando nasce um bebê nasce uma mãe. E indo mais além vemos que nasce uma avó também. Uma avó de primeira viagem e que tem muitas experiências de vida para compartilhar. Confira algumas dicas sobre os limites saudáveis de ajuda da vovó para não criar conflitos com a mamãe.
PRIMEIRO OUÇA - Entenda quais são os principais problemas que a mãe está enfrentando para que você possa ajudar de verdade. Quando você se dispõe a fazer algo que está sendo solicitado sua atitude será identificada como ajuda; do contrário, será um palpite.
NEM MUITO PERTO NEM MUITO LONGE - A não ser que a própria mãe lhe peça isso. As mães precisam de um apoio nessa fase, mas também apreciam um momento a sós com o filhote.
ATUALIZE-SE - A experiência da avó é valiosíssima, e será ainda mais útil se aliada aos conceitos atuais de cuidados com os bebês. Além disso, estar bem informada fará com que o que você fala tenha muito mais peso para a mãe do seu neto.





Por onde ANDA Caroline Garske Rosa

Residindo em Portugal desde fevereiro deste ano, a estudante de Jornalismo Caroline Garske Rosa, 23, encontra-se cursando um semestre na Universidade do Porto através de um programa de bolsas do Santander Universidades. A estudante diz achar “um máximo” a experiência de morar em outro país, principalmente por ser de primeiro mundo. “A segurança é ótima, o ensino também, entre outras coisas. O especial que eu acho daqui é o modo português de viver, as pessoas são muito alegres sem ser muito efusivas, tudo é muito colorido, da arquitetura aos jardins. E por estar acostumada com a violência cotidiana de Porto Alegre, a segurança desse país, mesmo com poucos policiais na rua, é o que me chama mais atenção”, elogia Caroline, que está com muita saudade da família, dos amigos e das festas no Brasil. Para ela, essas são bem melhores que as de lá. “Sinto saudade também de alimentos como feijão, frutas e outros produtos que não se vende aqui ou são extremamente caros”, conta a estudante, que retorna este mês para o Brasil.
 
FOTO Caroline Garske

 

 

 

 

 

 

 

 

 

         MEUS ENDEREÇOS

         GABRIEL STEINDORF DIAS


         30, administrador


         Gastronomia: Vício Sushi
         Viagem: Cataratas do Iguaçu
         Moda: Camiseiro. Gosto das marcas Individual, Beagle e Calvin Klein
         Lazer: Cinema
         Descanso: Praia de Curumim

 

 

 

 

 

 

 

Pergunte ao ESPECIALISTA

Milene Ilkiv Carrion

33, dermatologista, quatro anos de atuação

Banho quente prejudica a pele?

“Sim. O banho quente deixa a pele mais ressecada. O ideal é um banho morno, próximo da nossa temperatura corpórea, de aproximadamente cinco minutos de duração e de preferência uma vez ao dia. Os cabelos devem ser lavados com frequência também, diariamente ou em dias alternados. Muitos banhos ao dia acabam retirando uma camada de gordura importante para a hidratação e formação de uma barreira na nossa pele. O interessante é optar por sabonetes glicerinados ou os chamados ‘syndets’ (feitos com detergentes sintéticos, e não sabão), com isso não desengordura a pele. Não usar buchas ou esponjas. E sempre aplicar um creme hidratante logo após o banho.”

NIÁGARA OPÇÃO 3

 


 

 

 

 

 

 

Câncer
De 21/06 a 21/07

Etiele Roso Cassol

maquiadora, nascida em 8 de julho de 1981

“Como boa canceriana, sou super sensível e crítica. Isso me torna insegura e por vezes me trava! Me magoo facilmente, e quando isso acontece me fecho e me afasto. Sou muito mãezona, caseira e super protetora com minha filha. Adoro estar em casa com minha família”!
 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601