Expresso Edição 67 - março de 2013

TOQUES


Medos que paralisam

Aprenda a lidar com eles

DE MUDAR:
prepare-se melhor não só para os ganhos, mas também para as naturais perdas de cada mudança. Esteja consciente de que se você não pode mudar por conta própria, acabará mudada pelas circunstâncias.

DA CRÍTICA: reforce sua autoconfiança e não espere reconhecimento nem gratidão de quem quer que seja. Pare de depender de elogios dos outros.

DA POBREZA: pare de comentar casos de fracassos e aprimore sua confiança na providência divina. Dê o seu melhor ao mundo, e o melhor da sua vida virá até você.

DE DOENÇAS: seja mais otimista e lembre-se de que a mente harmoniosa é garantia de um corpo saudável.

DA SOLIDÃO: seja mais flexível, melhore seu gênio e pare com as críticas e reclamações de seus relacionamentos.

DE MUDAR DE EMPREGO: é preciso coragem para sair da “zona de conforto” e dar um passo rumo ao desconhecido.

DE TERMINAR UM RELACIONAMENTO AFETIVO: busque fortalecer sua autoestima e entenda que quando você se tornar sua melhor companhia, você não precisará mendigar o amor de ninguém.

DE SER FELIZ:
desfaça-se da crença de que a vida na Terra é feita de sofrimentos e tome cuidado porque muitas pessoas fogem da felicidade porque não querem desagradar quem está infeliz ao seu redor.

 

 





DICA

Batata-doce ajuda a emagrecer
Uma pesquisa realizada pelo College of Agriculture and Life Scienses, nos Estados Unidos, revela que a batata-doce pode ajudar no processo de emagrecimento. Graças ao seu baixo índice glicêmico, o alimento é digerido mais lentamente, aumentando a sensação de saciedade e combatendo a obesidade.

 

 

 

 







 

 

 

 

 

 

 

 

FRASE

"“Quem derruba a gente é a gente mesmo”

Ivete Sangalo

 





 

 

 

 

Para sempre


A empresária Carmem Raddatz, 52, participou de diversos concursos de beleza quando era jovem. Aos 15 anos conquistou dois títulos de beleza em Jaguari, cidade onde morava: princesa do Musa do Sol e rainha estudantil regional. Carmem é formada em Economia pela Faceca de Cachoeira do Sul, motivo pelo qual veio residir nesta cidade. Trabalha com turismo desde 1998 e há dois anos montou uma agência de viagens, uma de suas maiores paixões. Casada com Paulo Raddatz, tem duas filhas, Laura e Paula, que residem em Porto Alegre para estudar.

 

1976 Carmem Lucia Sabin



2013 Carmem Lucia Sabin Raddatz







MEUS ENDEREÇOS


GASTRONOMIA –
El Fogón e restaurante da Sociedade Rio Branco.

VIAGEM – Minha lua de mel. Fomos para o sul da França. Lugar lindo. Foi tudo extremamente marcante, pois estava com a pessoa mais especial da minha vida em um momento único.

MODA – Sou uma pessoa que gosta do clássico. Não sou ligada em marca, compro o que me faz sentir bem. Minhas lojas favoritas são Inttimação, In Cena e Zaadh.

LAZER – Adoro ir com meu marido, meus tios Ricardo e Luciana Hintz e meu primo Henrique para a fazenda da família no Barro Vermelho. Lá ficamos conversando e em contato com a natureza.

DESCANSO –
Não sou muito de descansar, sempre estou inventando alguma coisa. Mas para relaxar gosto de ir para Capão da Canoa.



Juliana Germanos Scheidt, 26, dentista

 

 

 

 

 

 

 

POR ONDE ANDA


Astrid Schoenfeldt Müller



Ela saiu de Cachoeira em 1994 para cursar Odontologia, em Canoas. Formada, recebeu um convite da Universidade Fernando Pessoa, no Porto (Portugal), para lecionar na Faculdade de Medicina Dentária. “Fui pela aventura e para viver uma experiência enriquecedora fora do país”, diz. Em Portugal, Astrid se especializou em Ortodontia e em Implantologia. Ela gostou tanto do velho continente e das oportunidades que teve lá que virou empresária e abriu sua própria clínica. Mas para a alegria ser completa a dentista convidou a mãe Leani, 66, e o irmão Gunard, 33, para irem para lá também e hoje todos fixaram residência em Portugal. A família aumentou nos últimos anos e Astrid, 37, que é casada com Bruno Ribeiro Martins, 38, orgulha-se de ser mãe de Marina Gabriela, 4, e Pedro Marcelo, de 4 meses.

 







JÁ PENSOU?


Em quartos pequenos o aproveitamento de espaço é fundamental. Para ajudar na organização da casa que tal uma cama com gavetões? Podem ser de grande ajuda para guardar mantas, cobertores, roupas de cama, livros, etc.

 

 

 

 

 

 


PERGUNTE AO ESPECIALISTA


“Tenho 35 anos, faço dieta, como pouco e ainda assim não consigo emagrecer. Já me disseram que tenho o metabolismo lento. Tem tratamento para isto?”

O metabolismo lento pode sim interferir no processo de perda de peso. Ele pode ser determinado geneticamente ou pode estar relacionado a alguma outra doença como o hipotireoidismo. Já está comprovado cientificamente que alguns hábitos influenciam no ritmo natural do organismo, tais como:
. Praticar atividades físicas;
. Comer pouco e várias vezes ao dia: períodos muito longos de jejum faz com que o corpo reserve comida para um possível período de escassez e diminua a velocidade do metabolismo.
. Manter horários fixos para realizar as refeições
. Incluir na alimentação o uso de alimentos termogênicos, como a pimenta vermelha, chá verde, gengibre, canela, etc. Eles são chamados assim porque ao serem digeridos aumentam a temperatura interna corporal, queimando calorias e ajudando a emagrecer.
. Aumentar o consumo de água: beber cerca de oito copos de água gelada por dia queima cerca de 200 calorias. Isto porque o organismo gasta energia para elevar a temperatura da água de 5ºC para 37ºC, que é a temperatura corporal interna.


Gabriela Köhler, 27, cinco anos atuando como nutricionista



 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601