Reportagens Edição 112 - abril de 2017

Alimente-se BEM!


Os alimentos orgânicos trazem benefícios à saúde e ao meio ambiente

Na vida agitada que muitos levam é fácil se descuidar da alimentação rendendo-se às comidas prontas congeladas e refrigerantes, entre outros industrializados que não exigem tempo maior de preparo. No entanto, esses alimentos são prejudiciais à saúde e podem levar a uma série de doenças. Por outro lado, há quem se preocupe com o que consome, preferindo produtos naturais e alimentos orgânicos, cujas técnicas de produção respeitam o meio ambiente e mantêm a qualidade nutricional. Para esclarecer algumas dúvidas sobre os orgânicos ouvimos a nutricionista Jociele Domingues da Silva, 26, que atua há cinco anos na área.


“O aumento de doenças crônicas está diretamente ligado com a alimentação não saudável em decorrência da industrialização e do sedentarismo”, alerta a nutricionista Jociele

 



O QUE É ALIMENTO ORGÂNICO?
“Alimento orgânico não é geneticamente modificado. É livre não somente de agrotóxicos, mas também de insumos, drogas, hormônios e antibióticos”, assim explica a nutricionista, indicando seu consumo como aliado na prevenção de doenças crônicas. “Com o incentivo à produção orgânica conseguimos promover a conservação da fertilidade do solo, redução da poluição e manutenção do bem-estar dos animais”, enfatiza.

ORGÂNICOS X NÃO ORGÂNICOS

Devido à melhor qualidade do solo, o alimento orgânico é mais rico em nutrientes, principalmente em minerais e fitoquímicos (substâncias antioxidantes que conferem cor aos alimentos e protegem contra doenças), presentes nos alimentos de origem vegetal. Já os alimentos de origem animal apresentam o teor de gordura melhor, isto é, maior teor de ácidos graxos insaturados e menor dos saturados. “Além disso, existe diferença na cor, sabor e textura e apresentam maior durabilidade se armazenados da maneira correta”, confirma Jociele.

AGROTÓXICOS PRA QUÊ?

Sabendo que os agrotóxicos, transgênicos e fertilizantes químicos provocam efeitos nocivos à saúde humana, animal e ao meio ambiente, a dúvida que fica é o motivo pelo qual esses produtos continuam sendo utilizados na produção de alimentos. “A finalidade é aumentar a quantidade de alimento produzido a fim de atender a necessidade crescente de alimentos ocasionada pelo crescimento populacional”, justifica.



Confira a lista de alimentos com o maior nível de contaminação por agrotóxicos, segundo a Anvisa.

 

 

 

5 DICAS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

. Dê preferência ao consumo de alimentos in natura ou minimamente processados, como frutas, hortaliças, leguminosas, tubérculos e grãos

. Limite o consumo de alimentos processados (pães, queijos, conservas e doces de frutas) e evite ultraprocessados (refrigerantes, biscoitos, molhos prontos, chocolate, balas, sorvetes, etc.)

. Beba bastante água

. Modere no consumo de sal e açúcar

. Fracione suas refeições para não ficar em jejum prolongado

Fonte: Jociele Domingues
 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601