Reportagens Edição 108 - novembro de 2016

Compras dentro e fora da web


O público mudou seus hábitos de consumo e as lojas precisam estar atentas a isso

 

O fim de ano está chegando e também a correria para encontrar presentes com preços acessíveis. Atualmente, muitas lojas on-line trazem produtos variados, de boa qualidade e de baixo custo, os quais nem sempre são fáceis de encontrar nas lojas físicas. Até pouco tempo atrás as lojas físicas e virtuais eram completamente separadas, não havia interferência ou influência entre elas. O cliente comprava em uma ou em outra. Os lojistas possuíam como ferramentas de marketing e de divulgação mídias fora do universo on-line (TV, jornais, revistas, etc.). Com a evolução da tecnologia, a globalização da internet e a integração de dispositivos móveis, o perfil do consumidor mudou no Brasil, seguindo uma tendência mundial. Tudo se conectou e vai estar cada vez mais conectado. É o que afirma o executivo de tecnologia cachoeirense LUCIANO SPERB CASTAGNINO, 40, que reside em Santa Cruz do Sul. Ele é sócio-fundador da 3Sales Startups, empresa onde atua como CEO (diretor executivo) com experiência de 20 anos no mercado tecnológico e de vendas corporativas.



Luciano Castagnino durante uma viagem de negócios em San Jose, portal de entrada do Vale do Silício, polo das maiores empresas de tecnologia do mundo, na Califórnia (EUA)


COMPRAS ON-LINE X OFF-LINE
Conforme Luciano, o novo consumidor está sempre on-line. Os dois canais de vendas não são mais independentes, pois ambos se complementam e há um movimento de integração entre eles. “As diferenças entre as compras off-line e on-line estão caindo a cada dia. Nos dias atuais nos deparamos com milhares de sites de vendas, serviços de comparação de preços, portais, blogs, fóruns de discussão, vídeos e redes sociais”, aponta. Com essa mudança, o grande desafio dos varejistas e lojistas é estar presente em todos os canais. “A venda está cada vez mais presente da porta para fora. Qualquer empresa que queira se manter no mercado precisa ter seus produtos on-line e off-line. Ganha a venda quem conseguir entregar a melhor experiência antes, durante e no pós-vendas”, conclui.



A CAMINHO DAS COMPRAS
Assim como via TV ou redes sociais, o consumidor pode consultar o preço na loja on-line e finalizar a compra na loja física. “Quantas vezes vamos às lojas conhecendo o produto? Muitas vezes melhor que o vendedor”, fala Luciano. Segundo o executivo, não existe mais apenas um caminho para a compra. “Recebemos propagandas por e-mail sobre o produto, podemos experimentá-lo em uma loja física e dentro desta própria loja acessar a internet e comprar de seu smartphone ou entrar em um site de comparação de preços e verificar a melhor oferta entre as lojas”, destaca.


EXEMPLO DE PERSISTÊNCIA
Luciano conta que nos anos 2000 foi convocado pela empresa a qual era técnico a apresentar no lugar do chefe, que estava doente, um produto para diretores da Brasil Telecom (extinta empresa de telecomunicações) em Florianópolis (SC). Após horas de estudo e preparação, Luciano abraçou a oportunidade de mostrar seu trabalho a grandes executivos da gigante do setor. Já na Ponte Hercílio Luz, cartão-postal da capital catarinense, atendeu a uma ligação de seu chefe cancelando a apresentação, pois já estava melhor de saúde. Ele insistiu e falou que se algo desse errado poderia ser demitido. Meio contrariado, o chefe acabou cedendo. Resultado: a empresa fez a maior venda do ano e Luciano foi convidado a ser trainee da Brasil Telecom. “Agora deixo a pergunta no ar: “Em cima daquela ponte, quantos teriam se conformado, desistido da apresentação e retornado?’”, reflete.
 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601