Reportagens Edição 91 - maio de 2015

MEXA-SE agora!


Falta de tempo para fazer exercícios não é desculpa. Eles podem ser feitos até em frente à TV
 

É fácil encontrar pessoas sedentárias. É só olhar à nossa volta que vamos encontrar muita gente que não faz nenhuma atividade física. O que é um grande risco, já que estudos científicos comprovam que ser sedentário é mais prejudicial à saúde do que ser obeso. “Quando as pessoas começam a se exercitar, a qualidade e a expectativa de vida aumentam e elas eliminam muitas dores”, diz o educador físico com qualificação internacional em treinamento funcional Renê Segabinazzi Nöller, 24 anos, sendo três de profissão.

 

Mãos à obra


Exercícios básicos que podem  ser feitos em casa com base no treinamento funcional melhoram suas funções de mobilidade e estabilidade articular contribuindo assim para os movimentos naturais do ser humano: pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar. O praticante ganha força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento, resistência e agilidade.


Mobilidade do tornozelo

De frente para a parede, escore as mãos, coloque o pé esquerdo na frente (em torno de 10 centímetros de distância) e tente encostar o joelho na parede. Depois mude o pé. A coluna deve ficar reta e não pode tirar o tornozelo do chão.



Mobilidade do ombro
Pegue um cabo de vassoura, faça esta posição da foto e depois troque as mãos.



Estabilidade do tronco
É a famosa prancha. O cabo da vassoura é para mostrar que tem que ficar reto. Se doer a lombar, pare na hora. Fique na posição até começar a sentir o abdômen.



Mobilidade do quadril
Levante o pé o máximo que der e deixe o joelho sempre reto. O quadril e as costas devem estar sempre apoiados. Vai e volta com a perna. Pode fazer umas cinco ou 10 repetições com cada perna.



Fortalecimento da extensão dos dedos
Pegue uma borracha ou elástico, coloque entre os dedos e faça o movimento de abrir e fechar. “Pessoas que ficam o dia inteiro no computador, realizando um padrão de movimento de flexão dos dedos, normalmente, com o passar do tempo e o sedentarismo, adquirem tendinites. Para essas pessoas, eu indico exercícios de extensão dos dedos e dos punhos que podem ser realizados até mesmo olhando televisão”, explica Renê.




“Espaço e equipamento nunca são problemas. A principal máquina que existe é o próprio corpo. Independentemente do objetivo da pessoa, é possível realizar um bom treinamento dentro de casa”.
Renê




 

 

 

* É importante que cada pessoa seja avaliada por um profissional antes de começar qualquer exercício.
Fonte: Renê Segabinazzi Nöller






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601