Reportagens Edição 84 - setembro de 2014

Olha que coisa MAIS LINDA!


Em época de escolha da nova broto Cachoeira, LINDA relembra quem foram as meninas da cidade que já ostentaram faixas do Broto Rio Grande do Sul

 

1973
Broto Simpatia RS


“Na época não tinha toda a produção que o concurso tem hoje, mas foi uma experiência maravilhosa. O Broto RS foi em Uruguaiana e lembro o quanto foi divertido. Fizemos carreata em carros abertos e trazer o título para cidade foi motivo de muita alegria”.
Beatriz Marcuzzo Vieira, 57, mora há 20 anos em Brasilia e é professora de história da arte do Colégio Militar da cidade. Ela é casada com o militar Eduardo Chaves Vieira, 62, mãe de Vinicius, 36, Carolina, 34, e Mariana 31. Beatriz é avó do Fabrício (filho do Vinicius), de 10 meses





1978
Broto Simpatia RS


“Na época, a broto Cachoeira era indicada para a representação estadual, então não havia a responsabilidade social que o concurso traz hoje. Quando fui anunciada como broto simpatia me senti o máximo, mas torci para que ainda pudessem me anunciar para outro título (risos). Mesmo que não tenha ocorrido, ser broto simpatia RS foi uma experiência incrível”.
Rosele Leal Salzano, 51, médica ginecologista e obstetra, casada com Adriano Flores da Silva, 50, e mãe de Guilherme, 9, de Bruna, 25, e Gabriela, 16, que também conquistaram faixas no Broto RS

Crédito: Fabiana Tischler





1984
Primeira Princesa RS

“Fiquei feliz por ter trazido o título de Princesa Broto RS para Cachoeira. Durante a entrevista fui questionada sobre o município, sua economia e costumes, demonstrando que o conhecimento e a cultura são muito importantes”.
Denise de Moraes Petry, 45, casada com Cláudio Petry e grávida do Davi, que nasce em outubro. Eles residem em Novo Hamburgo





1987
Primeira Princesa RS


“Representar a nova geração e ir para Capão da Canoa levar o nome da nossa cidade no concurso Broto RS era um desafio na época. Adorei a experiência e convivi com meninas de todas as cidades do estado. Conservo até hoje amizades daquele tempo”.
Leisa Maria Behr Gaspary, 41, médica mastologista e ginecologista-obstetra, mãe de Lucas Gaspary Ferreira, 12 anos

Crédito: JE Mídia Visual





1988
Broto RS


“O concurso estadual foi uma experiência maravilhosa, onde tive todo o carinho de nossa cidade e, em especial, da minha família. Quando anunciaram meu nome me senti extremamente feliz por eu ter sido agraciada com este título tão importante para mim naquela época”.
Cristiane Strassburger Aggens, 41, administradora de empresas, casada com Alexandre Aggens, 38. São pais de Felipe, 4, Gabriel, 7, e Gustavo, 9. A família reside em Canoas




2001
Broto RS


“O Broto Cachoeira é um concurso voltado para as questões sociais que envolvem a comunidade e não somente a beleza. Esse é o grande legado que o título deve deixar a todas as participantes e não somente à corte vencedora. Antes do Broto era apenas uma menina tímida e com vergonha da minha altura. Depois do concurso passei a ter autoconfiança e consciência da minha esponsabilidade diante dos problemas enfrentados pela cidade. Havia muitos anos que Cachoeira não ganhava o concurso estadual e fui decidida a trazer para casa a faixa. Para isso me preparei muito, um amadurecimento que reflete até hoje na minha profissão. Confesso que quando cheguei em Capão da Canoa não tive muitas esperanças de ganhar o concurso. Mas no dia do desfile, a presença dos meus familiares e amigos me trouxe
muita segurança”.
Thiana Borchhardt Müller, 27, advogada, residente em Porto Alegre





2002
Broto RS


“O Broto Cachoeira não é apenas um concurso de beleza, mas sim um concurso que nos ensina mais ainda a solidariedade e o amor através das ações sociais que realiza. No Broto Rio Grande do Sul, a maior alegria é saber sempre que a tua cidade torce, vibra e sofre junto em cada momento no concurso”.
Évelin Janner, 24, estudante de Odontologia e mãe de Maria Luiza Janner da Cunha, 8 anos





2004
Broto RS


“O concurso Broto Cachoeira foi inesquecível. Fiz muitas amizades e a experiência marcou meus 15 anos. Acredito que quando se representa uma cidade você tem uma responsabilidade muito grande. Deve-se estar ciente que sua postura, a sua seriedade, suas atitudes e até a sua coragem vão inspirar outras pessoas. Representar Cachoeira do Sul no Broto RS não foi diferente. Esforcei-me para fazer o meu melhor independentemente do resultado que viria”.
Renata Flores Streit, 25, arquiteta e designer de produto, residente em Gramado

Crédito:
JE Mídia Visual




2005
Broto RS

“Foi uma experiência que me acrescentou em vários aspectos, principalmente por ter a chance de realizar trabalhos voluntários e ter o contato com uma realidade diferente, que ensina a darmos mais valor para as coisas simples da vida”.
Jéssica Porto, 23, estudante de Publicidade e residente em Porto Alegre





2006
Primeira Princesa RS


“O Broto Cachoeira representou um ano de bastante amadurecimento e envolvimento com causas sociais. Adquiri mais desenvoltura e aprendi a me comunicar cada vez melhor com as pessoas. Hoje sou muito mais confiante para falar em público, passar por seleções e entrevistas. Representar Cachoeira do Sul em um concurso estadual me fez criar um vínculo ainda maior com a nossa cidade”.
Jéssica Trombini Caldas, 22, relações públicas e estudante de Jornalismo da PUCRS. Mora em Porto Alegre






2007
Primeira Princesa RS


“A importância do concurso veio pelos trabalhos sociais, que trouxeram um grande amadurecimento. Convivi com diversas realidades e vi o quanto simples gestos significam para quem tem necessidades. Quando recebi a faixa de primeira princesa do Broto RS senti que havia cumprido a minha missão”.
Bruna Salzano, 25, acadêmica de Direito





2012
Primeira Princesa RS e Simpatia RS


“O Broto foi uma das melhores fases da minha vida. No Broto RS, ter sido a única até hoje a conquistar duas faixas e trazer o título de segundo lugar e Broto Simpatia para Cachoeira foi uma felicidade inexplicável”.
Gabriela Salzano Silva, 16, estudante

 

 

 

 

 

 

 

O concurso Broto Cachoeira do Sul está marcado para a noite do dia 4 de outubro, quando a atual broto, Isadora Hahn, 15 anos, passará a faixa para sua sucessora.
 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601