Reportagens Edição 75 - novembro de 2013

Imagem pessoal por um clique


As gafes do mundo virtual podem causar constrangimentos e ainda arranhar sua reputação

 

Difícil imaginar o mundo sem os telefones celulares e a internet. É tanta tecnologia que muitas vezes não é fácil lidar com ela. Um pequeno descuido e lá se vai um e-mail ou torpedo para o destinatário errado. O estrago está feito.

Uma entrevistada contou que há pouco tempo queria mandar um torpedo erótico para seu marido, mas, na pressa de enviar logo a mensagem, acabou mandando para um colega de trabalho. A vergonha que ela sentiu foi tanta que não conseguiu explicar a situação por alguns dias. 

Casos como este são muito comuns. Segundo a psicóloga Lísia Noal Vieira da Cunha, 39, sendo 14 de profissão, é muito importante estar atento a tudo que escreve e mais atento ainda a quem envia. Mas se a gafe já foi cometida, encare os fatos e retrate-se. Não adianta fugir da situação. “Não faça juízo de valor, não se coloque de vítima e não acuse ninguém. Não dê desculpas do tipo ‘eu estava com pressa’. Relate o fato, mostre que você enxergou consequências negativas e que aprendeu com o seu erro”, explica a psicóloga.

 

 

 

 

 



PREVINA SITUAÇÕES EMBARAÇOSAS


. Modere suas palavras – Alguns valores como lealdade, honestidade e respeito dificilmente conseguem ser reparados, por isso evite falar mal das pessoas e usar palavras vulgares.
. Não seja impaciente e agressivo – Estas atitudes fazem com que as pessoas ajam movidas por impulso e não prestem atenção no que estão escrevendo e para quem estão enviando.
. Prefira falar pessoalmente sobre assuntos mais delicados – Muitas vezes você tenta brincar, mas a pessoa que lê não percebe e pode se sentir ofendida.
. Pense bem antes de enviar uma mensagem – Avalie o quanto o que você escreveu pode causar consequências para quem irá receber o recado. Antes de postar ou escrever, pense: falaria isso pessoalmente? Gostaria de ler isso sobre mim? O que isso pode contribuir para minha imagem? Qualquer pessoa poderia entrar na minha página agora, sem que isso me causasse qualquer incômodo ou prejuízo? Isso é realmente interessante para outras pessoas? Isso tem algum caráter preconceituoso?
. Olho ao telefone – Certifique-se que desligou realmente o celular antes de fazer comentários sobre a conversa.

 




 

CARREIRA TAMBÉM FICA EM RISCO


As gafes virtuais podem comprometer a carreira profissional e, em muitas situações, elas podem colocar o funcionário em saias justas e mudar a maneira como chefes e colegas o veem. Quem já não leu nas redes sociais frases do tipo “odeio acordar cedo”, “hoje é sábado e o bom é saber que domingo não preciso acordar cedo para trabalhar”, “estou muito cansado, preciso urgente de férias”, e muitas outras que mostram que está entediado com o trabalho.

A reputação também não pode ser descuidada. Já é sabido por todos que o que se posta na web fica para sempre. Portanto, é preciso bom senso na hora de escolher o que irá colocar na rede, pois é preciso cuidar da imagem.  A psicóloga Lísia Noal Vieira da Cunha, que é também coordenadora do departamento de relações públicas do Hospital de Caridade e Beneficência, diz que está sempre atenta ao que os candidatos colocam na internet. “O que o candidato posta nas redes sociais diz muito sobre ele. Todos os nossos atos, em algum momento, serão avaliados por alguém. Nenhum empresário ia gostar de saber que existe uma péssima imagem de um dos seus colaboradores exposta na internet”, fala. Esta imagem negativa do funcionário, segundo Lísia, pode afetar no sucesso do negócio.

IMAGEM MANCHADA – Para o diretor e professor do Centro de Ensino Fisk, RAFAEL TATSCH JACÓBSEN, 31, o colaborador tem sempre que ter em mente que ele também faz parte da imagem da empresa. “Se ele postar coisas vulgares, isso pode manchar a imagem dele e da empresa. É preciso gostar do que se faz e procurar achar motivação no cotidiano, pois passamos muitas vezes mais tempo no trabalho do que com nossa família e amigos”, observa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Já cometi gafes, é bem normal. Eu controlo dois perfis de empresa pelo Facebook e tenho o meu pessoal. Estes dias entrei com o meu perfil pessoal e convidei umas cinco pessoas estranhas até me dar conta de que não estava com o perfil da empresa. Essa é só uma."
Luciana Bittencourt, 28, assistente administrativa








EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601