Reportagens Edição 73 - setembro de 2013

Luz, câmera... Dublê em ação


O cachoeirense Cristiano Fortes desafia o perigo e faz sucesso em São Paulo

 

Quando assistimos filmes e novelas, prestamos atenção nos atores principais e esquecemos dos figurantes e dublês. Só que eles são peças fundamentais e, principalmente, no caso de dublês, exige muito preparo e coragem. As cenas mais arriscadas e ousadas são feitas, na maioria dos casos, por estes personagens, que vivem da adrenalina de desafiar os limites do corpo.

Nesse rol de grandes dublês do Brasil, um cachoeirense está se destacando. Cristiano Fortes, 27, já tem no currículo muitas experiências para contar. Em 2007, ele deixou Cachoeira em busca de novas oportunidades e foi para Curitiba, no Paraná, logo para São Paulo, onde está morando. Desde cedo, começou a praticar artes marciais e vários esportes, o que lhe garantiram um bom preparo físico.

Em São Paulo, Cristiano se tornou faixa preta em Hapkido (arte marcial coreana) e tem um espaço de treinamento onde ministra aulas de defesa pessoal e Hapkido. Além disso, desenvolveu um próprio sistema de treinamento, chamado Fortes Combat System, especializado em treinar e coordenar atores em cenas de lutas e agressões físicas. “Fui convidado para trabalhar em um filme da escola de atores Wolf Maya. Estou envolvido no projeto coreografando algumas cenas que necessitam de agressão física e combate corporal”, conta Cristiano.

AMOR À VIDA – Uma recente participação do dublê na telinha foi no set de filmagem da novela da Globo “Amor à vida”, onde contracenou com Elizabeth Savalla. “Realizei uma cena de ação no momento em que a personagem Márcia vendia cachorro quente na rua ilegalmente e a Polícia estava se aproximando. Tive que gritar ‘olha o Rapa’ e sair correndo com a multidão no meio dos carros. Uma cena simples, mas com um nível de risco”, diz. Outro trabalho na televisão realizado por Cristiano foi um filme publicitário que divulgou o reality show The Ultimate Fighter Brasil, com a participação do lutador de UFC, Junior Cigano.

Já nos cinemas, a lista é grande. Quando Cristiano se formou na escola de dublês de ação, começou a integrar o No limits Stunts, equipe que participou do filme “Mercenários”, de Silvestre Stallone, e “Velozes e Furiosos 5”, que teve partes filmadas no Rio de Janeiro. Outro longa que ele destaca sua participação foi no “Genises”, onde deu vida a um soldado agente do governo. Em outubro deste ano, estreia o filme “Serra Pelada”, onde o cachoeirense é dublê de ação interpretando um dos garimpeiros. “Estou me preparando para um projeto que já está em pré-produção, no qual, além de coreografar cenas de lutas, estarei atuando. Será um filme do gênero de ação, envolvendo artes marciais 100 % nacional”, observa Cristiano.



Cristiano é faixa preta na arte marcial coreana chamada Hapkido





 

"Minha meta é cada vez mais me aprofundar nos estudos cinematográficos e colaborar com futuras grandes produções."
Cristiano





Cristiano com o corpo em chamas para uma cena de ação

 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601