Reportagens Edição 72 - agosto de 2013

Para começar bem o dia


Cachoeirenses estão aderindo ao café da manhã fora de casa

 

Hábito comum nas cidades grandes, tanto no Brasil, como em países da Europa, Austrália e Estados Unidos, tomar o café da manhã fora de casa é um costume que começa a ser aderido pelos cachoeirenses. Na cidade, alguns lugares como Amor à Primeira Mordida, Café Comercial, Padaria do Comércio e os hotéis Hamburgo e Everson oferecem este serviço e têm clientes fixos que não abrem mão de ter a mesa posta.

Qual a vantagem de sair de casa e buscar o desjejum na rua?  Ter à disposição mais variedade e praticidade. Segundo a proprietária do Café Comercial, Fátima Camargo, 53, há clientes que não dispensam uma passada por seu estabelecimento. “Tenho clientes que vêm aqui há 30 anos e já sei o que eles querem. Estão estacionando o carro e já começo a preparar o café do jeito que eles gostam”, conta.

O arquiteto Eduardo de Carvalho, 54, é um desses clientes com 30 anos de fidelidade ao Café Comercial. Para ele, mais do que ter alimentos de qualidade feitos na hora para sua refeição, tomar café da manhã fora de casa tem outra grande vantagem: a companhia de amigos. “Não gosto de comer sozinho”, fala. Ele é casado, mas sua mulher acorda antes e sai mais cedo para trabalhar. “Além disso, aqui me intero sobre as notícias da cidade. Algumas vezes, sabemos de coisas aqui que nem saíram na mídia ainda”, observa o arquiteto.

OPORTUNIDADE – Sempre atenta às oportunidades, a empresária Iara Mariza Staevie Ramos, 57, decidiu servir café da manhã no Amor à Primeira Mordida há 13 anos. “Quando abriu o laboratório aqui ao lado, eu percebi que as pessoas chegavam em jejum e depois do exame iam querer tomar um cafezinho”, conta. Para atrair a clientela, Iara faz fornadas de pão de queijo e outras delícias que atraem os fregueses pelo cheirinho que sentem quando passam ali na frente.

Fabiane Cardoso Bandel, 32, depiladora, é cliente assídua. Ela diz que prefere tomar o café da manhã fora de casa porque é mais prático. “Tenho pouco tempo e, como o Amor à Primeira Mordida é perto da minha casa e caminho para o trabalho, já faço a refeição ali mesmo”, fala.

A praticidade e o fato de estar praticamente na frente da casa e do local de trabalho fizeram com que a empresária Ângela Carvalho, 45, optasse pelo café da manhã fora de casa. É só atravessar a rua e já está no Amor à Primeira Mordida. “Durante a semana, moro sozinha e, para não estar sempre indo ao supermercado, prefiro tomar café aqui. Até mesmo quando meu marido está aqui ou tenho visitas, trago para tomar o café da manhã aqui na Iara”, fala.

 


“É mais prático tomar café da manhã fora!”. Angela






Os preferidos

Segundo a proprietária do Villa Floriano, Solange Maciel da Silva, 52, os clientes costumam tomar com mais frequência o capuccino, o expresso e expresso com leite. “Todos os cafés são feitos na máquina. O grão é moído na hora”, diz. Para comer, os risoles, pastéis e sanduíches são os que mais têm saída.







 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601