Reportagens Edição 69 - maio de 2013

Por quê?


LINDA traz a segunda e última parte da reportagem que promete acabar com as dúvidas mais comuns do dia a dia

Estou perdendo cabelo na cabeça e ganhando mais no nariz e ouvidos. Ele está migrando?

De acordo com o médico generalista Altemir Ferro Corrêa, 43, 4 anos de profissão, a perda de cabelo na cabeça acontece por uma combinação de hereditariedade e hormônios chamados andrógenos. A tendência para a queda, alopecia nome científico, pode ser herdada geneticamente tanto do lado paterno quanto materno, e em geral se inicia após a puberdade. Cerca de 50 a 70% da população masculina desenvolverá algum grau de calvície até idade dos 70 anos. À medida que envelhecemos perdemos cabelo da cabeça das regiões frontal, superior e coroa (vértex).  Em contrapartida, os cabelos das regiões laterais e nuca são permanentes, pois não são afetados pela DHT. Com o envelhecimento vamos ganhando mais pelos e estes ficando mais grossos nos ouvidos e nariz devido à combinação hormonal dos andrógenos.


O que causa o hálito ruim pela manhã?

“Normalmente é causado pela proliferação de bactérias na boca durante a noite. Ressecamento bucal, refluxo gastro-esofágico, problemas respiratórios e dentários também são causas deste problema”, observa  Rodney Carvalho, 38, 12 anos de profissão.

 

 

Por que eu ronco quando estou bêbado?

Segundo o otorrinolaringologista Bruno Netto, 29, 4 anos de profissão, o que mantém as vias aéreas abertas durante o sono é o tônus dos músculos da faringe. Entre os efeitos da ingestão de bebida alcoólica está o relaxamento muscular. Logo, o álcool desencadeia um relaxamento da musculatura da faringe, fazendo com que a via aérea da garganta fique estreita, ressonando com a passagem do ar. Por isso, evitar a ingestão de bebida alcoólica à noite faz parte da higiene do sono e é uma recomendação aos pacientes que roncam.


Por que estou ficando corcunda?


Ficar corcunda nada mais é do que uma alteração postural (hipercifose) causada principalmente pela má postura em jovens, gerando desequilíbrios musculares, e pela osteoporose em idosos. “Quanto mais cedo for diagnosticado o problema, maiores são as chances de revertê-lo através de exercícios que visam o equilíbrio muscular e a reeducação postural”, observa a fisioterapeuta Gerusa Lemos Dalla Nora, 30, 4 anos de profissão.


Por que meus dedos enrugam depois de muito tempo na água?

Quando ficamos com os dedos, a palma das mãos e os pés em contato com a água por muito tempo, as células da camada córnea (camada mais externa da pele) que são ricas em queratina e anucleadas começam a absorver água e ficam inchadas. “Para caber todo o volume de água que foi absorvido, a pele começa a enrugar”, diz a dermatologista Milene Ilkiv, 29, 5 anos de profissão.


Por que minhas palmas ficam tão suadas quando estou nervoso?

De acordo com a dermatologista Milene Ilkiv, há uma nítida correlação entre estresse e desencadeamento das crises de sudorese. Na hiperidrose (suor excessivo) palmo-plantar, em que também pesam os fatores estressantes, às vezes, mesmo estando calmas e tranqüilas, as pessoas podem suar muito. Cabeça, mãos, axilas, virilhas e pés são as regiões do organismo onde mais existem glândulas sudoríparas. “Todas as vezes que somos submetidos a estímulos estressantes, o sistema nervoso manda impulsos para uma dessas regiões e a sudorese se manifesta”, explica Milene.


Por que tenho soluços? Como faço para parar com eles?

O soluço é um descompasso no ritmo respiratório do diafragma. Respirar calmamente e com concentração normalmente resolve o problema. Existem doenças que afetam o nervo frênico que também causam o mesmo desconforto, mas são menos freqüentes.


Por que minhas juntas estalam de vez em quando?

“Pela falta de um lubrificante natural, líquido sinovial, (fluído sinovial ou sinóvia) que é um líquido transparente e viscoso das cavidades articulares, baínhas e dos tendões que vamos perdendo com o envelhecimento”, diz o médico Altemir Ferro Corrêa. Produzido nas articulações, ele amortece o contato entre os ossos. A ausência da tal substância faz com que as articulações fiquem grudadas. Ao se alongarem as juntas, elas se separam e produzem o som do estalo. “Os sons produzidos nas juntas podem não ter significado clínico algum, sendo apenas produzidos por deslizamento do tendão/ligamento sobre a articulação, ou melhor dizendo, é quando o tendão se desloca de seu trajeto natural em movimentos mais bruscos. Por outro lado, pode ser produto do desgaste da cartilagem (crepitação), como são vistos nas artroses”, ressalta Altemir.


Por que as bebidas doces dão ressacas piores?

Acredita- se que as bebidas doces contribuem para a gravidade da ressaca, pois o açúcar presente nessas bebidas tendem a mascarar o sabor e o efeito imediato do álcool. “Isto leva a pessoa a beber uma maior quantidade e, consequentemente, causa um efeito alcoólico maior e com ressaca mais intensa no dia seguinte. Mas sejamos diretos: a melhor forma de evitar a ressaca em si é beber álcool (qualquer tipo) com moderação”, ensina a nutricionista Gabriela Köhler, 27, 5 anos de profissão.


Por que eu tenho gases?

Segundo o gastroentologista Rodney Carvalho, os gases são formados pela fermentação dos alimentos e das bactérias presentes no intestino. Pessoas que acabam engolindo ar ao se alimentar tem maior quantidade de gases. Realizar uma refeição tranquila, em ambiente calmo e sem pressa melhora a digestão e diminui a quantidade de ar deglutido.



 






EDIÇÃO IMPRESSA


Edição 118 - outubro de 2017

BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601