Reportagens Edição 69 - maio de 2013

Juventude empreendedora


Jovens que apostaram em seus sonhos e comemoram negócios de sucesso

 

Negócios casados


MARCELO PEREIRA MELATTI, 32, administrador de empresas, cresceu dentro da sorveteria Doce Deleite. Sempre acompanhou de perto o negócio de seus pais e nunca teve dúvidas que seu destino profissional seria traçado ali mesmo. O empresário apenas se ausentou no período em que fez a faculdade, em Santa Maria. Depois de formado, ainda trabalhou um tempo como auxiliar de escritório da sorveteria, mas não demorou muito para assumir responsabilidades maiores e hoje é sócio da Doce Deleite da Rua Júlio de Castilhos, juntamente com seus pais, e proprietário da sorveteria que fica na Rua 7 de Setembro, onde ele conta com o apoio da esposa e sócia DANÚBIA CREMONESE SEHN MELATTI.

Quando assumiu a administração da empresa, Melatti implantou algumas mudanças. “Tudo sempre foi feito com muita conversa. É importante que a mudança não seja imposta. Sinto-me orgulhoso do trabalho realizado pelos meus pais e sei da responsabilidade que é dirigir uma empresa que se tornou referência no ramo de alimentação em Cachoeira do Sul”, observa.

A VEZ DELA – A esposa Danúbia, 31, também tem o empreendedorismo no sangue. Natural de Arroio do Tigre, ela é formada em Relações Públicas pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e veio para Cachoeira em 2005, a convite de Marcelo, para atuar na sua área de formação e agregar seus conhecimentos à empresa. Hoje realiza seu trabalho tanto na parte de comunicação externa, atendendo os clientes da loja na Rua 7 de Setembro, bem como na parte de comunicação interna, fazendo seleções e treinamentos para as duas lojas. “Gosto de Cachoeira do Sul, já fiz muitas amizades e me realizo em agradar as pessoas, quero fazer mais por essa cidade”, diz. Danúbia e Marcelo têm uma filha, a Marina, de 1 ano e 4 meses, e apreciam com ela a qualidade de vida que a cidade proporciona.

 

 

Danúbia e Marcelo: além da vida matrimonial, jovem casal compartilha o talento para o empreendedorismo

 

 

 



 

 

 

Investindo em dose dupla


No período de apenas um mês, JOANA DA SILVA NICOLA, 28, investiu em duas lojas na cidade. “Eu acredito em Cachoeira do Sul, gosto daqui. O apoio que estou recebendo das pessoas me faz acreditar ainda mais que estou investindo no lugar certo”, conta. A jovem sempre quis ter seu próprio negócio e só após ter estudado Gestão Financeira e gerenciado uma loja de roupas é que teve a certeza de qual ramo ia seguir. “Pensei muito e vi que o que eu gostava mesmo era trabalhar com moda”, diz. Não demorou muito e Joana comprou a Cenário e abriu a loja Outstrip. Muita correria de uma vez só, mas ela está adorando e quer continuar investindo na cidade. “Tenho hora para acordar e não tenho hora para dormir, mas acredito que isto é mais no início, até tudo ficar organizado”, diz Joana.

 

Joana: empreendedorismo é bom, mas exige dedicação integral

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A arte de criar negócios


Com apenas 12 anos de idade, ELIZA TREVISAN PELZER, 25, já se interessava em confeccionar anéis e pulseiras. No início, era uma brincadeira, mas com o tempo foi vendo que tinha habilidade para criar. Quando terminou o colégio, Eliza decidiu transformar sua diversão em negócio e, junto com sua mãe, abriu uma loja, a Beth Bijóias. Nesta mesma época, ela entrou na faculdade de Direito e sempre conseguiu conciliar as atividades muito bem. Já formada, Eliza estuda para o exame da OAB e se dedica à loja com carinho. “Eu faço de tudo junto com minha mãe. Confecciono semijoias, compro mercadorias, atendo os clientes e cuido da administração”, conta a jovem empreendedora.

 

Eliza: com a parceria da mãe, jovem viu o sonho de ter o próprio negócio virar realidade

 

 

 

 

 

 






 

 

 

 

 

 

 

Esporte sempre


Depois de jogar futebol por 14 anos, EDIMAR MARTINS GALL, 30, resolveu ter seu próprio negócio. Ser atleta profissional sempre foi uma realização muito grande, e seu empreendimento não poderia ficar longe disto. “Quando joguei bola, sempre usei suplementos alimentares e eram de extrema importância na minha profissão. Quando parei de jogar, pensei em um negócio que estivesse ligado ao esporte e daí surgiu a ideia de abrir um comércio voltado para essa área”, conta. Edimar é proprietário da Power XTreme, inaugurada em setembro do ano passado.

 

Edimar: loja de suplementos alimentares foi a escolha quando decidiu ter seu próprio negócio

 

 

 

 

 

 

 

 

 






 

Casal que investe unido, permanece unido


O casal JULIANA ALVES AVENA, 24, e MOZART SIQUEIRA DA SILVA, 27, escolheu a área de vestuário para investir em Cachoeira. Há dois anos eles abriram a Boss Store e sentem-se realizados com a loja e orgulhosos de investir na cidade. “Cachoeira do Sul está sempre em constante evolução. O povo aqui é acolhedor e receptivo. Devemos apostar no futuro da cidade que será dos nossos filhos e netos”, diz Juliana. Ela, que já trabalhava no comércio da cidade, pôde aplicar seus conhecimentos na loja e Mozart, que é também advogado, cuida do administrativo.

Juliana e Mozart: loja Boss Store é a realização do sonho do casal





 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601