Reportagens Edição 68 - abril de 2013

Por quê?


Por quê? Quantas vezes por dia fazemos esta pergunta? Muitas, pois somos e seremos eternos curiosos, uns mais e outros menos. LINDA separou algumas perguntas curiosas e os especialistas responderam.


Por que eu tenho chulé?

Segundo o médico generalista Altemir Ferro Corrêa, 43, quatro anos de profissão, o chulé é causado pelo suor excessivo na planta dos pés e agravado pela falta de higiene. O mau cheiro decorre da ação de bactérias, que se alimentam do suor e de todo material que se encontra sobre a pele. Sapatos fechados, de borracha, de plástico e meia sintética facilitam a produção de suor e impedem a ventilação dos pés. Para reduzir o mau cheiro provocado pelo chulé, é necessário fazer com que o suor dos pés diminua ou reduzir as bactérias que estão nessa região.


Por que sinto um bolo na garganta quando estou triste?

Alguns sintomas de garganta são muito dependentes do nosso estado emocional. Expressões como “bolo” ou “nó” na garganta, e até mesmo “engolir sapo”, são referências a essa relação entre nosso humor e a faringe/laringe. De acordo com o otorrinolaringologista Bruno Netto, 29, quatro anos de profissão, atribui-se aos estados de ansiedade e depressão um aumento nas contrações involuntárias da musculatura da faringe, gerando essa sensação de aperto na garganta. Além disso, devemos lembrar que o refluxo faringo-laríngeo (isto é, refluxo do ácido do estômago para a região da garganta) é mais comum em pessoas ansiosas e deprimidas. “Esse refluxo pode causar irritação e sensação de inchaço na garganta, devendo ser tratado”, ressalta Bruno.


O que causa a cera no ouvido?


Segundo Bruno Netto, em primeiro lugar, é preciso dizer que a cera não é sujeira. É natural ter cera no ouvido. Ela é produzida por glândulas que ficam no canal auditivo e tem função importante na proteção da orelha contra insetos, fungos e bactérias. Algumas pessoas têm uma produção aumentada de cera ou um canal auditivo muito estreito. Isso faz com que a cera acabe obstruindo o canal, gerando desconforto. Nesses casos, um médico deve examinar e fazer a limpeza. “Tentar métodos caseiros (hastes de algodão, grampo de cabelo, clipes, etc.) geralmente só piora o problema. A melhor conduta que alguém pode ter com sua orelha é não colocar nada dentro do canal auditivo”, diz Bruno.


Por que sinto um choque quando bato o cotovelo?

O choque ao bater o cotovelo está relacionado à compressão neural que ocorre no momento da batida, geralmente se tratando do nervo ulnar. “Esse choque é provocado pela alteração do funcionamento do nervo após a rápida compressão, causando esta sensação que pode se estender até a mão por irradiação”, diz a fisioterapeuta Gerusa Lemos Dalla Nora, 30, quatro anos de profissão.


Por que meu cabelo está cheio de pontas duplas?


A tricoptilose (pontas duplas) é um quadro caracterizado por cabelos frágeis e bifurcados. As fendas podem ser apenas nas extremidades dos fios ou atingir grande extensão da haste, do que resultam fraturas. Surge sem causa aparente ou pode ser relacionada ao uso excessivo de escovas, fixadores, xampus ou mesmo água em temperatura elevada, com diminuição do manto gorduroso. “O tratamento consiste na hidratação dos cabelos”, ressalta Milene Ilkiv.


Por que os cravos insistem em voltar para o meu nariz?

Os cravos (comedões) aparecem nos folículos pilosos que possuem uma abertura mais larga que o normal devido a estarem obstruídos e dilatados por tampões formados por sebo e células que se desprendem da pele. A chave para se obter a melhora da pele é persistência, já que não existe um tratamento que resolva o problema definitivamente da noite para o dia. Usando os cuidados adequados diariamente, bons resultados serão atingidos. Segundo a dermatologista Milene Ilkiv, 29, cinco anos de profissão, existem várias opções de tratamento. Medicamentos de uso local, que promovem a desobstrução dos folículos pilosos, regulam a forma como as células da pele se multiplicam e a produção de oleosidade, assim como alguns tipos de sabonetes e esfoliantes que podem trazer bons resultados quando corretamente indicados e utilizados.



Por que eu arroto depois que tomo refrigerante?

”Quando ingerimos alguma bebida gaseificada como o refrigerante, ocorre um processo de liberação de gases do estômago através da boca, aliviando o abdômen do desconforto causado pelo excesso de ar ingerido”, responde a nutricionista Gabriela Köhler, 27, cinco anos de profissão.


Por que eu solto pum?


Os flatos, ou pum, são a eliminação destes gases pelo movimento intestinal. “Toda a pessoa normal, da Gisele Bündchen ao Reinaldo Gianechini, solta gases”, diz o gastroentologista Rodney Carvalho, 38 , 12 anos de profissão. Há pessoas que têm um trânsito intestinal mais lento e podem ter acúmulo dos mesmos, gerando desconforto abdominal.


Por que eu fico com água na boca?

A salivação quando se está com fome ou se sente o cheiro de alimentos é um reflexo natural da primeira fase da digestão. “A fase cefálica, ou seja, o cérebro, identifica a possibilidade de alimentação e inicia a salivação para receber o alimento”, explica Rodney.


 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601