Reportagens Edição 66 - janeiro e fevereiro/2013

Garanta uma boa aposentadoria


Previdência privada pode ser a chave para um futuro tranquilo


Você já pensou na sua aposentadoria? Se disser que não porque ainda é muito jovem, pode começar a mudar esse pensamento. São os investimentos seguros que fizermos desde cedo que vão garantir o futuro. Então para que possamos ter uma aposentadoria tranquila, conhecer sobre previdência privada é importante.

Todos que trabalham com carteira assinada têm direito à aposentadoria pela Previdência Social. Entretanto, ela tem um limite, ou seja, quem ganha, por exemplo, mais de R$ 5 mil, quando parar de trabalhar vai ganhar pouco mais de R$ 3 mil. O que significa uma queda significativa no padrão de vida.

Para diminuir essa diferença, entra a previdência complementar - um sistema de acumulação de recursos que garante uma renda mensal no futuro para complementar a Previdência Social.

FUTURO –
Para o economista Gilfredo Castagna, 45, 20 anos de profissão, é recomendável a todos planejar a aposentadoria e ter uma previsão. “Muitas pessoas só se preocupam quando precisam. Elas deveriam desde cedo fazer uma poupança, investir em imóveis, em ouro ou fazer uma previdência”, diz. Segundo ele, antigamente todo mundo fazia isto porque não existia a Previdência Social e as pessoas tinham que garantir a velhice. Com o grande déficit que o governo teve nos últimos anos, começou a achatar a previdência e é hora de voltar ao passado para garantir uma velhice tranquila financeiramente por outros meios.

Outro fator importante citado pelo economista, que é também professor da Ulbra em Cachoeira do Sul, é procurar pessoas e instituições sérias para fazer o investimento. “Devemos estar atentos e saber onde colocamos nosso dinheiro para que no futuro não haja surpresas. É preciso ter planejamento e acompanhar o investimento”, ressalta.

 





Previdência privada em números

 



Se colocarmos um aporte inicial de R$ 1.000,00 e R$ 100,00 todos os meses durante 30 anos vamos ter:
Total R$ 184.705,74 ou em aposentadoria vitalícia R$ 3.078,42
 
Se colocarmos um aporte inicial de R$ 2.000,00 e R$ 200,00 todos os meses durante 20 anos vamos ter:
Total R$ 139.900,34 ou em aposentadoria vitalícia R$ 2.331,66
 
Se colocarmos um aporte inicial de R$ 1.000,00 e R$ 100,00 todos os meses durante 50 anos (no caso, por exemplo, de fazer para um filho quando nasce) vamos ter:
Total R$ 1.099.512,46 ou em aposentadoria vitalícia R$ 15 mil
 
OBS:
Estes cálculos são meras estimativas e um resultado mais correto depende de vários fatores.

Fonte:
Caixa Econômica Federal

 

 

 

 

 

 






BUSCADOR

Última Edição Todas as Edições

Rua 7 de Setembro, 1015 - CEP 96508-011 - Cachoeira do Sul/RS
Telefone (51) 3722-9696 - Fax (51) 3722-9601